EP 166 Tiago volta a trabalhar na PJ

Episódio 166 de «A Teia»

Neste episódio

Lara (Mafalda Marafusta) questiona a mãe pela razão de se ter encontrado com Arminda, mas Isaura (São José Correia) inverte a conversa e começa a repreendê-la por continuar metida em confusões por causa de Julie (Catarina Wallenstein).

Julie aproveita ficar sozinha na sala, para marcar um encontro com Arminda do telemóvel de Isaura, apagando de imediato os registos.

Simão (Diogo Morgado) entrega na PJ o relatório que prova que Tiago (Filipe Vargas) e Mónica (Marta Faial) não mataram Ricardo.

Julie e Lara conversam sobre a melhor estratégia para fazerem Arminda confessar o que sabe sobre Isaura.

Lopes (Pedro Laginha) observa furioso Tiago e Mónica a sair em liberdade e Mário (Vítor Norte) provoca-o, dizendo que Tiago sempre fez muito mais que ele enquanto trabalhou para a polícia.

Lara comemora a saída da prisão de Tiago e Mónica, mas repara nas horas e diz ter assuntos para tratar. Simão fica desconfiado. Lara confronta Arminda e pergunta-lhe por que razão lhe mandou aquele bilhete com o anel e questiona se foi Isaura quem matou Augusto. Arminda olha-a num misto de confusão e pavor.

Arminda acaba por contar a Lara que apanhou Isaura a roubar o cofre de Augusto e que ficou de lhe dar algum dinheiro em troca do seu silêncio, negando saber que história é aquela do anel e do bilhete. Lara contínua a pressiona-la quando surge Simão e Arminda aproveita para se escapar.

Simão discute com Lara por achar descabido que Isaura seja o assassino, uma vez que as cartas do jesuíta deixam claro que andam à procura de um homem.

Lara confronta Isaura com o anel que recebeu e a mãe acaba por assumir que o vendeu para arranjar dinheiro e que roubou o cofre de Augusto como vingança por ele a ter deixado sem nada.

Simão e Tiago conversam enquanto bebem uma bebida e concordam que Jaime (Carloto Cotta) está em perigo e Simão questiona-se se Jaime saberá a identidade do assassino.

Jaime e Marta (Rita Ruaz) conversam na hipótese sobre serem os próximos alvos do assassino por já terem percebido que ele não perdoa nada e mata sem piedade.

Lara explica a Simão que estava mesmo convicta que tinha sido Arminda a mandar-lhe o anel para denunciar Isaura como assassina de Augusto (Miguel Guilherme). Entreolham-se intrigados por Simão receber uma mensagem para procurarem pistas na clínica em Lisboa.

João Maria (Rafael Ferreira) diz à mãe ter a certeza que alguma coisa se passou para Joana (Margarida Moreira) ter perdoado Filipe (Duarte Guimarães).

Cecília (Sofia Ribeiro) afirma que Humberto (Pedro Teixeira) também se zangou com ela e fica apreensiva por João Maria a avisar que Humberto irá sempre compará-la com Dalila (Patrícia Tavares).

Tiago encontra-se com Mário e aceita trabalhar às escondidas para ele, uma vez que Mário acha que Lopes não tem capacidade para apanhar o assassino.

Lopes ouve tudo escondido. Tiago explica a Simão e Lara que a mensagem que ele recebeu pode referir-se à mãe de Diana, que está internada numa clínica em Lisboa.

Simão diz determinado que vai até lá para tentar descobrir alguma coisa.


Sobre «A Teia»

Um homem e uma mulher sem ligação aparente envolvem-se num bizarro assalto a um Banco, que resulta na morte dos dois. Os respectivos filhos (Lara e Simão), perante o impasse na investigação policial, decidem desvendar o mistério que levou à tragédia. O que descobrem é só a ponta da meada. Outras mortes se seguem, todas sem relação à vista e enredadas numa teia misteriosa que parece não ter fim. Qual será o próximo alvo?

Ficha Técnica

Título Original: Tiago volta a trabalhar na PJ
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares