EP 43 Rita revela o grande segredo

Episódio 43 de «Amar Demais».

Qua, 4 nov 2020 22:55 TVI

Neste episódio

Célia (Sofia Ribeiro) já percebeu que não vale a pena insistir em levar Joana (Catarina Rebelo) para o Faial, pois sabe que ela quer estar em Lisboa e indica que é uma boa oportunidade para ela voltar a estudar, mas para isso não pode casar nem ter o filho.

Antonieta (Lia Gama) e Carolina (Joana Manuel) tentam explicar a Maria Helena (Maria Emília Correia) que venderam uma joia, daí o valor avultado que receberam. Peter (Joaquim Nicolau) ouve falar da tal joia, mas Carolina diz-lhe que não tem estatuto para a adquirir e que vão voltar para a casa delas.

Joana abraça Célia por a ter deixado ficar em Lisboa e fica surpreendida quando a mãe lhe diz que também vai ficar.

Rita (Beatriz Barosa) conta a Santos Costa (Ricardo Castro) que defendeu Raul (Sérgio Praia) porque ele é seu pai, deixando-o em choque.

Raul e Vanda estão exaustos e ofegantes. Ele não percebeu bem o que se passou ali, mas gostou e quer mais. Vanda afasta-o e mostra-lhe quem manda, deixando Raul desorientado. Vanda sai do gabinete de Raul com um ar triunfante. Filomena olha-a com nojo.

Rita conta que Raul não faz ideia de que ela é sua filha, pois percebeu que um dos seus maiores desgostos é não ter um filho saudável. Rita culpa-se pelo que aconteceu com Raul, pois quis tanto aproximar-se dele, que pode ter dado uma ideia errada.

David (Jorge Albuquerque) vê Elizabete e insiste em saber que história é aquela dos diamantes. Ela acaba por contar que Peter tinha uns diamantes, que Duarte lhe terá roubado antes de falecer, e que Raul andava a ajudar Peter a encontrá-los.

Ema conta a Vanda que acha que a filha está viva e que tem uma suspeita.

Apaixonado, Luís abraça Joana e ela conta-lhe que conseguiu convencer a mãe a ficar em Lisboa.

Emília guarda todas as fotos da família de Vanda, quando Gisela (Carla Vasconcelos) lhe liga a contar que recebeu um ramo de flores e lê o cartão. David chega e, deslumbrado com Emília, diz-lhe que não pode demorar muito e beijam-se apaixonados.

Vanda está pasmada com a possibilidade da filha de Ema ser Joana e incentiva a amiga a fazer um teste de ADN.

Zeca (Graciano Dias) fica espantado ao ver Eça (Nuno Pardal) e Ulisses (Nuno Homem de Sá) vestidos de empregados de mesa, e eles explicam que assim Zeca passa despercebido.

Zeca, Eça, Ulisses e Ferreira servem bebidas aos convidados. Zeca vê Vanda e vira-se de costas e Eça indica-lhe que vai correr tudo bem.

Luís (Diogo Branco) está a contar os cheques que já receberam e Vanda pergunta-lhe se sabe o que tem de fazer. Vanda faz uma festa ao filho e diz que vai distrair as pessoas, para que Luís possa fazer o que combinaram.

Carolina (Joana Manuel) recebe Gabriel (Ricardo Carriço) e conta-lhe que vai casar, deixando-o desagradado.

Gisela (Carla Vasconcelos) fica surpreendida por ver Ema no bairro. Joana encontra Ema e corre a abraçá-la. Ema aproveita a ocasião para lhe arrancar alguns cabelos.

Vanda chama as atenções para si e agradece a todos pela presença e donativos. Luís aproveita o momento para colocar alguns cheques na mochila de Zeca e faz sinal à mãe de que o trabalho está feito.

Ema faz um movimento, de forma a que Joana fique com alguns cabelos presos no seu relógio. Célia (Sofia Ribeiro) aparece, fica a observá-las e pergunta a Ema o que está ali a fazer.

Todos aplaudem Vanda. Zeca comenta com Eça que não consegue sentir ódio dela, porque deve ter sofrido muito com a morte do marido e não deixa de elogiar o trabalho que ela faz no instituto, indicando a Ulisses que pretende fazer um donativo.

David (Jorge Albuquerque) e Emília acabam de fazer amor e trocam carinhos. Ambos têm vontade de repetir, mas têm coisas para fazer. David promete dormir com ela da próxima vez.


Sobre «Amar Demais»

Há quem esteja disposto a dar a vida, ou o seu tempo de vida, para salvar alguém, por amar mais... É assim Zeca, o protagonista. Uma pessoa dotada de valores, com um enorme sentido de justiça, que nem sempre escolhe o caminho provável para ajudar quem ama, mas que nunca tem dúvidas sobre o que é prioritário: proteger os seus. É isso que o leva à prisão, quando aceita dar-se como culpado por um crime que não cometeu em nome de outrem para salvar a vida da sua mãe.

Por a amar demais, Zeca abdica da sua própria liberdade, e do amor que Ema sente por ele. E quando percebe que foi enganado e que o seu sacrifício foi em vão, em vez de se revoltar, é resiliente. E prepara-se para o que será́ o dia do grande embate: o momento em que vai poder fazer justiça por tudo o que passou.

Zeca fica preso durante mais de 15 anos, mas quando sai está determinado a descobrir quem foram as pessoas que o traíram. Quer fazer justiça pelos anos perdidos, mas quer também provar a sua inocência. Quer ter o direito de recomeçar de novo, com a ficha limpa. E se para isso tiver de fazer algo que não deve no caminho, tudo bem: a pena já a cumpriu por antecipação.

Um homem que sabe bem o que quer, sem que isso o torne calculista, frio ou incapaz de sentir ou amar... Talvez isso seja o seu lado feminino a manifestar-se, fruto de ter crescido com uma mãe e quatro irmãs. Afinal, não dizem que as mulheres são feitas para aguentar todo o tipo de provações? Zeca é uma versão de calças destas mulheres lutadoras. O filho que se sacrifica pela mãe. O irmão protetor. O homem que pela mulher que ama roda o mundo. O pai que pela filha se descobre um novo homem, capaz da força de um leão.

Zeca é um hino às mulheres que o educaram, porque o mundo em que vivemos pode ser considerado ainda dos homens, mas é do ventre das mulheres que eles nascem, são elas quem os educam, são a sua maior influência. O que mostra que na realidade o mundo está nas mãos das mulheres, a quem compete fazer dos seus filhos: homens tolerantes, homens amorosos que as amem e respeitem acima de tudo, que as tratem como iguais

Ficha Técnica

Título Original: Rita revela o grande segredo
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Populares