EP 11 «A Ana fugiu!»

Em «Quer o Destino», Vitória (Sara Barradas) anuncia o desaparecimento de Ana (Madalena Aragão) e provoca o caos na família Santa Cruz.

Sex, 3 abr 2020 21:50 TVI

Neste episódio

Rita (Maya Booth) pede um chá a Elvira (Ana Bustorff) e aproveita estar a sós com Vitória (Sara Barradas) para a confrontar com as mensagens anónimas que ela enviou para Carla. Vitória percebe que Rita está desconfiada e finge-se desentendida.

Ana (Madalena Aragão) chora e não permite que Lucas lhe toque, pedindo-lhe para a deixar sozinha. Lucas entra na sala, arrasado, e diz a Rita (Maya Booth) que a conversa correu pessimamente. João (Isaac Alfaiate) chega e Lucas diz-lhe, rancoros,o para ficar contente, porque já contou tudo a Ana.

Joana (Marina Mota) está entretida a ver televisão, quando Alfredo (Luís Esparteiro) abre a porta, bêbado. Joana chateia-se com ele e ele deixa-se cair na cadeira e chora.

Vitória entra no quarto de Ana e repara que a janela do quarto está aberta. A enfermeria avisa Lucas de que a sua filha fugiu.

Ana caminha pela beira da estrada e pede boleia a um carro que passa. Lucas tenta contactar Ana, mas ela não atende. Vitória vasculha o quarto à procura de uma pista. Rita sugere ligarem para a polícia.

Isabela (Inês Heredia) está a arrumar as suas coisas e Carlos (João Vicente) oferece-se para a levar, mas ela não aceita e diz-lhe que a fez acreditar que eles tinham um amor verdadeiro.

Hugo (Rodrigo Paganelli) e Sandra (Marta Faial) estão na festa da Nossa Senhora do Ó, divertidos. Cheirinhos aparece e mete-se com Sandra, mas Hugo diz-lhe que a miúda está com ele. O tipo mete-se no meio da multidão, repara em Ana, oferece-lhe um comprimido para lhe fazer passar a tristeza e vão juntos ao bar.

Vitória liga a Lucas, e diz-lhe que vai apanhar um táxi e procurar Ana na festa da Nossa Senhora do Ó. Elvira faz um comentário e Vitória relembra-se de quando foi violada com 14 anos.

Ana está sob o efeito do comprimido que Cheirinhos lhe deu, quando anunciam a entrada de Maria de Portugal. Maria começa a cantar e Ana fura, por entre a multidão, chegando à frente do palco. A jovem começa a dançar com energia.

Lucas e Rita entram em casa, angustiados, e Elvira pergunta por novidades. Rita diz que procuraram em todo lado e que a GNR já está à procura de Ana.

Maria de Portugal abandona o palco e Vitória, no meio da multidão, procura por Ana. O telemóvel de Vitória toca e vê que é Isabela que quer falar com ela.

Marcos (Pedro Teixeira) pergunta a João como estão a correr as buscas de Ana e vinca que Lucas merece isto. Lucas chega à sala e ouve.

Isabela abre a porta a Vitória e ela pergunta-lhe, cautelosam o que se passa. Logo de imediato, repara que Ana está deitada na cama, pálida. Vitória corre para ela e percebe que está sob o efeito de químicos.

João segura Lucas para ele não agredir Marcos, quando este recebe chamada de Vitória que lhe conta que encontrou Ana. Vitória ajuda Ana a deitar-se e agradece a Isabela por a ter encontrado.

Isabela diz, a Vitória, que ela e Carlos acabaram mas avisa-a para ter cuidado com Carlos, por ele ser apaixonado por Margarida.

Lucas leva Ana ao seu colo, deita-a na cama, e olha para Vitória de forma intensa, mas a enfermeira desvia o olhar. Rita comenta com João que Vitória devia estar com Catarina (Maria José Pascoal). Lucas sai do quarto e puxa Vitória à parte, agradecendo-lhe pelo que fez, mas a enfermeira dá o mérito a Isabela. 


Sobre «Quer o Destino»

QUER O DESTINO é a história de amor e de vingança de uma mulher que, já adulta, regressa ao local onde foi violada e onde virá a ser surpreendida com a sua capacidade de superação e, também, com algumas das mais vis expressões de maldade humana.

A vida de Vitória, uma jovem ribatejana apaixonada por animais e pela arte da falcoaria, dá uma volta de 180 graus no dia em que é violada e assiste ao homicídio do pai. Com receio de ser também morta, e com o desejo de esquecer tudo o que tinha passado, Vitória foge para Lisboa, com a firme decisão de nunca mais pisar a sua terra natal. Como a vida dá muitas voltas, 14 anos depois, Vitória regressa à casa de família dos seus violadores. É enfermeira e fisioterapeuta da mãe desses homens, Catarina, que sofreu um AVC e está em recuperação. Apesar da dureza de carácter, Catarina, a matriarca da família Santa Cruz, deixa-se prender pela simpatia e pela dedicação de Vitória. Fará tudo por ela até ao momento em que percebe que a sua vida pode pôr em risco a vida dos próprios filhos.

 

Carlos, o capataz da Herdade do Cruzeiro, herdade dos Santa Cruz, namorado de adolescência de Vitória, reconhece-a de imediato, apesar da sua profunda alteração física e psicológica. Depois de saber o que aconteceu 14 anos antes, Carlos põe-se à sua disposição para a descoberta de toda a verdade, com uma única condição: não quer participar em vinganças. No entanto, no decurso da novela, Vitória será constantemente surpreendida com o que é capaz de fazer para vingar a morte do pai e pela forma como uma paixão recente, mas intensa, lhe permite retomar o curso normal da sua vida, de certa forma em suspenso desde a violação.

Esta protagonista, fruto do seu passado, fará muitas coisas criticáveis mas, em boa verdade, será impossível não simpatizar com ela. Apesar do seu percurso sinuoso, consegue vencer os seus medos e os seus inimigos.

Ficha Técnica

Título Original: «A Ana fugiu!»
Categoria: Novela nacional
Formato: Outro
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares