Jovem de 20 anos foi morto pela mãe com sete facadas e pontapés na cabeça: «Porquê anularem a pena de uma assassina!?»

13 jun 2024 Autor: Joana Sequeira

No «Dois às 10», ouvimos o testemunho de Bruna Almeida. É a primeira vez que vai a um estúdio de televisão e dá a cara, desde que o namorado foi assassinado pela mãe dele. Estava grávida quando o crime aconteceu. Agora está revoltada com o facto do Tribunal da Relação ter anulado o sentença de primeira instância, que já achava baixa. Odete foi condenada a 16 anos de prisão por matar o filho com sete facadas. Mas o caso vai voltar ao tribunal porque segundo os juízes é necessário outra perícia psiquiátrica.  A sogra esfaqueou o jovem sete vezes e pontapeou a cabeça. Revela como foi o crime, como era a relação dela e de Diogo (a vítima) e como ele era visto pela família e amigos. A nossa convidada fala-nos da infância do falecido namorado e explica-nos porque é que viviam com a agressora. 

No programa que anima as manhãs, Cláudio Ramos e Cristina Ferreira fazem-lhe companhia. Um programa diversificado, leve e divertido, mas também com espaço para histórias densas e emotivas.

Saiba mais sobre o programa em tvi.iol.pt/doisas10

 

Conteúdo em língua gestual portuguesa (LGP).

 

Favoritos

Partilhar

MAIS VISTOS

NÃO PERCA