EP 251 Vanda é tramada pelas empregadas

Episódio 251 de «Amar Demais».

Qua, 4 ago 2021 23:10 TVI

Neste episódio

Carolina (Joana Manuel) entra em casa apressada, pergunta por Antonieta (Lia Gama) e dá indicações à empregada para preparar todos os quartos. A avó fica chocada por Carolina querer transformar o palacete num albergue. Antonieta não se deixa comover, mas quando a neta fala em Conceição (Estrela Novais), ela muda de ideias e aconselha a marquesa a recolher todas as pratas.

Evelina (Susana Arrais) anda num corrupio a falar ao telemóvel e afirma que responde a todas as questões na apresentação do livro. Zeca (Graciano Dias) chega a editora e pergunta que ideia foi aquela de publicarem um livro sem o conhecimento dele.

Uma inspetora da PJ tira notas dos depoimentos de Clara e Sara. Elas revelam que eram maltratadas, que muitas vezes faltam bens essenciais para as crianças e que o instituto era frequentado por pessoas importantes, entre elas o ministro Gabriel Villanova (Ricardo Carriço).

Vanda (Fernanda Serrano) está a chorar quando Filomena (Sofia Nicholson) entra e diz-lhe que ficou a saber do livro pelas notícias e decidiu vir ver como ela estava. A irmã espreita pela porta e fica impressionada com a quantidade de jornalistas e diz que toda a gente lhe virou as costas e que só lhe apetece sair de casa e desatar a matar pessoas.

Zeca pede desculpa a Santos Costa (Ricardo Castro) e explica que está a ter um dia difícil. Santos Costa diz que aquele livro pode salvar a editora, mas o Goulart não queria que fosse à custa de Vanda.

Um Bombeiro ajuda Emília (Dina Félix da Costa) a instalar-se. Joana (Catarina Rebelo) fica contente por ver Emília e promete que vai correr tudo bem.

"Madalena" (Sofia Ribeiro) agradece a Rita (Beatriz Barosa) por a ter ido buscar e aconselha Raul (Sérgio Praia) a fazer a mala, pois Maria Helena (Maria Emília Correia) expulsou-o de casa.

Antonieta, Carolina e a empregada recolhem todas as pratas e os objetos de valor. A marquesa diz que tem de tratar das provisões e a avó sugere que ela compre barris de cerveja e tremoços.

Estão todas a arrumar as suas coisas, quando encontram uns bilhetes de avião em nome de Vanda e Gabriel.

Diana (Matilde Reymão) e Rute (Ana Guiomar) chegam a casa e Raul confessa que não queria fazer mal a Emília. O Benvindo diz que quer mudar, pois está farto de perder as pessoas que ama.


Sobre «Amar Demais»

Há quem esteja disposto a dar a vida, ou o seu tempo de vida, para salvar alguém, por amar mais... É assim Zeca, o protagonista. Uma pessoa dotada de valores, com um enorme sentido de justiça, que nem sempre escolhe o caminho provável para ajudar quem ama, mas que nunca tem dúvidas sobre o que é prioritário: proteger os seus. É isso que o leva à prisão, quando aceita dar-se como culpado por um crime que não cometeu em nome de outrem para salvar a vida da sua mãe.

Por a amar demais, Zeca abdica da sua própria liberdade, e do amor que Ema sente por ele. E quando percebe que foi enganado e que o seu sacrifício foi em vão, em vez de se revoltar, é resiliente. E prepara-se para o que será́ o dia do grande embate: o momento em que vai poder fazer justiça por tudo o que passou.

Zeca fica preso durante mais de 15 anos, mas quando sai está determinado a descobrir quem foram as pessoas que o traíram. Quer fazer justiça pelos anos perdidos, mas quer também provar a sua inocência. Quer ter o direito de recomeçar de novo, com a ficha limpa. E se para isso tiver de fazer algo que não deve no caminho, tudo bem: a pena já a cumpriu por antecipação.

Um homem que sabe bem o que quer, sem que isso o torne calculista, frio ou incapaz de sentir ou amar... Talvez isso seja o seu lado feminino a manifestar-se, fruto de ter crescido com uma mãe e quatro irmãs. Afinal, não dizem que as mulheres são feitas para aguentar todo o tipo de provações? Zeca é uma versão de calças destas mulheres lutadoras. O filho que se sacrifica pela mãe. O irmão protetor. O homem que pela mulher que ama roda o mundo. O pai que pela filha se descobre um novo homem, capaz da força de um leão.

Zeca é um hino às mulheres que o educaram, porque o mundo em que vivemos pode ser considerado ainda dos homens, mas é do ventre das mulheres que eles nascem, são elas quem os educam, são a sua maior influência. O que mostra que na realidade o mundo está nas mãos das mulheres, a quem compete fazer dos seus filhos: homens tolerantes, homens amorosos que as amem e respeitem acima de tudo, que as tratem como iguais

Ficha Técnica

Título Original: Vanda é tramada pelas empregadas
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Populares