EP 59 Ema abre as portas de casa a Célia

Episódio 59.

Qua, 25 nov 2020 23:00 TVI

Neste episódio

Rute (Ana Guiomar) está a explicar a Estela (Isabel Figueira) como é que as coisas funcionam no café e Lina fica surpreendida. Rute explica que arranjou um trabalho nessa semana e que vai ganhar muito bem, por isso pediu a Estela para a substituir ali. Sandro (Miguel Bogalho) ouve a conversa e sai desconfiado.

Sandro avisa Fanã (Salvador Nery) de que Rute arranjou um trabalho à noite e que vai ser fácil apanhá-la.

Zeca (Graciano Dias) quer saber como é que aquele dossier foi parar às mãos de Carolina (Joana Manuel). A marquesa conta que a avó é muito amiga da mãe de Peter (Joaquim Nicolau) e que já lhes tinha proposto comprarem a editora. Zeca fica animado, pois assim vai parecer tudo muito natural.

Raul (Sérgio Praia) fica com o coração acelerado quando ouve a campainha tocar. Raul levanta-se, com cuidado, para não acordar o filho, veste um roupão e sai do quarto.

Ema (Ana Varela) recebe Célia (Sofia Ribeiro) e Joana (Catarina Rebelo). Raul olha fixamente para Célia e ela devolve-lhe o olhar com interesse. Ema estranha que Raul olhe para Célia daquela forma.

Ema fica intrigada com o olhar de Raul e verifica se ele tem febre. Raul não consegue parar de olhar para Célia e Maria Helena (Maria Emília Correia) repara.

Diana (Matilde Reymão) dá as boas vindas a Joana e agradece-lhe por a ter ajudado com Fred (Filipe Matos), pois voltaram a namorar.

Zeca confessa que nunca pensou que fosse um prazer tratar de negócios com Carolina. Ulisses (Nuno Homem de Sá) não gosta daquela cumplicidade.

Carolina comenta com a avó que o futuro marido esteve ali e que vai sair para resolver uma questão que ele lhe pediu.

Zeca e Ulisses estão contentes por os planos estarem a correr bem. Hélder, escondido, fotografa-os a sair de casa de Carolina e reconhece Zeca, ficando incrédulo por ele conhecer Carolina. Hélder recorda a conversa que teve com Zeca, onde ele revelou que o dinheiro vinha da noiva.

Emília (Dina Félix da Costa) comenta que Conceição (Estrela Novais) melhorou muito, mas que está revoltada por Arnaldo (João Lagarto) a ter enganado. Conceição insiste em ir pedir satisfações a Arnaldo e pergunta quem quer ir com ela.

Vanda (Fernanda Serrano) explica a Evelina (Susana Arrais) que decidiu dar o benefício da dúvida a Zeca e despacha-a para começar a folhear o manuscrito dele.

Raul faz-se de parvo, mas Maria Helena sublinha que reparou muito bem na forma como ele olhou para Célia e pergunta-lhe se a achou bonita. Raul finge-se indignado.

Gisela (Carla Vasconcelos) e Olga (Helena Costa) decidem acompanhar São ao escritório de Arnaldo.

Emília atende uma chamada de Gabriel (Ricardo Carriço) e fala de forma dengosa. Gabriel pergunta se podem encontrar-se ao final do dia e Emília confirma que sim.

Emília pergunta por Zeca e avisa que o ministro quer encontrar-se com eles hoje. Eça (Nuno Pardal) fica animado por as coisas se estarem a encaminhar.

Santos Costa (Ricardo Castro) e David (Jorge Albuquerque) esperam pelos novos investidores. Carolina (Joana Manuel) cumprimenta-os, diz que considerou a oferta de David e que pretende comprar parte da editora.

Zeca informa Ferreira que vai ter de deixar o bar, mas que tem a pessoa certa para o substituir.

Salomé (Madalena Brandão) avisa Zeca de que Rita (Beatriz Barosa) se vai embora e que está a organizar um jantar de despedida. Ele fica espantado e pergunta onde é.

Carolina concorda marcar uma reunião com Peter (Joaquim Nicolau) e com Raul. David e Carolina dão um aperto de mão e ele diz-lhe que está a fazer um excelente negócio.

Emília deixa uma mensagem a David, onde diz que precisa de falar com ele. Emília vê um vestido novo no armário de Vanda e fica tentada, mas volta a guardá-lo e convence-se de que aquela mentira acabou.

Salomé informa que o jantar será no restaurante de fados, no bairro da Fortuna. Zeca conta-lhe que é o restaurante que ele fala no livro, onde trabalhou quando era novo.

Carolina vê Zeca, mas finge que não o conhece. David ouve a mensagem de Emília e diz-lhe que também quer muito vê-la mas que, primeiro, tem de falar com a avó.

Maria Helena surpreende-se com o bairro da Fortuna, acha-o genuíno e gosta que o restaurante seja ali.

Arnaldo recusa-se a receber Conceição e as sobrinhas, mas acaba por abrir a porta. São chama-lhe todos os nomes e dá-lhe com a bengala.

Diana e Maria Helena entram no restaurante e Lina acha que Maria Helena não tem capacidade para ter um negócio daqueles, mas Maria Helena responde-lhe à altura e Lina gosta.

Santos Costa está entusiasmado por ter conseguido salvar a editora. Zeca indica que quer que ele seja sócio da editora, porque mostrou que está disposto a tudo pela empresa.

Maria Helena garante que quer ficar com o restaurante e Rute (Ana Guiomar) quer saber como fica a sua situação.

Fred sai da joalharia e manda uma sms a Diana, a dizer que já tem o dinheiro.

São continua a bater em Arnaldo e Gisela e Olga assistem, divertidas. São vê a maquete e destrói-a. Chegam dois seguranças e agarram nela, mas São acusa-o de ser maricas e diz que é por isso que está sozinho. Arnaldo fica furioso e despede a secretária e os seguranças.

Fred entrega um envelope recheado a Maria Helena e esta diz a Lina que está ali o dinheiro combinado.

Rute fica espantada com a velocidade do negócio e também por David e Maria Helena se conhecerem. David conta a Maria Helena que Carolina aceitou a proposta de comprar a editora.

Joana agradece a boa vontade de Ema e ela diz que é um prazer ajudar as pessoas de quem gosta. Ema pede a Célia para levar o almoço a Raul e para Elizabete pôr a mesa para ela e Joana.


Sobre «Amar Demais»

Há quem esteja disposto a dar a vida, ou o seu tempo de vida, para salvar alguém, por amar mais... É assim Zeca, o protagonista. Uma pessoa dotada de valores, com um enorme sentido de justiça, que nem sempre escolhe o caminho provável para ajudar quem ama, mas que nunca tem dúvidas sobre o que é prioritário: proteger os seus. É isso que o leva à prisão, quando aceita dar-se como culpado por um crime que não cometeu em nome de outrem para salvar a vida da sua mãe.

Por a amar demais, Zeca abdica da sua própria liberdade, e do amor que Ema sente por ele. E quando percebe que foi enganado e que o seu sacrifício foi em vão, em vez de se revoltar, é resiliente. E prepara-se para o que será́ o dia do grande embate: o momento em que vai poder fazer justiça por tudo o que passou.

Zeca fica preso durante mais de 15 anos, mas quando sai está determinado a descobrir quem foram as pessoas que o traíram. Quer fazer justiça pelos anos perdidos, mas quer também provar a sua inocência. Quer ter o direito de recomeçar de novo, com a ficha limpa. E se para isso tiver de fazer algo que não deve no caminho, tudo bem: a pena já a cumpriu por antecipação.

Um homem que sabe bem o que quer, sem que isso o torne calculista, frio ou incapaz de sentir ou amar... Talvez isso seja o seu lado feminino a manifestar-se, fruto de ter crescido com uma mãe e quatro irmãs. Afinal, não dizem que as mulheres são feitas para aguentar todo o tipo de provações? Zeca é uma versão de calças destas mulheres lutadoras. O filho que se sacrifica pela mãe. O irmão protetor. O homem que pela mulher que ama roda o mundo. O pai que pela filha se descobre um novo homem, capaz da força de um leão.

Zeca é um hino às mulheres que o educaram, porque o mundo em que vivemos pode ser considerado ainda dos homens, mas é do ventre das mulheres que eles nascem, são elas quem os educam, são a sua maior influência. O que mostra que na realidade o mundo está nas mãos das mulheres, a quem compete fazer dos seus filhos: homens tolerantes, homens amorosos que as amem e respeitem acima de tudo, que as tratem como iguais

Ficha Técnica

Título Original: Ema abre as portas de casa a Célia
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Populares