EP 24 Algo corre mal na cirurgia de Zeca

Em «Amar Demais», no hospital, o médico está a suturar Zeca (Graciano Dias), quando um esguicho de sangue jorra do ombro do ex-namorado de Ema (Ana Varela). O médico tenta controlar a situação, mas parece crítico.

Sáb, 10 out 2020 21:45 TVI

Neste episódio

Ema (Ana Varela) fica aflita por Raul (Sérgio Praia) estar ali. Ele agarra-a com alguma violência e Eça (Nuno Pardal) vê-se obrigado a intervir. Raul pergunta de onde é que Eça conhece Ema. Ema, ao ver Diana (Matilde Reymão), diz que veio ter com ela, deixando Raul confuso.

As irmãs recuperam do choque. Gisela (Carla Vasconcelos) quer ir para o hospital e deixa Constança (Filipa Pinto) na florista. Olga (Helena Costa) fica encarregue de tomar conta de Conceição (Estrela Novais), mas recusa porque também quer ir para o hospital. Olga pede a Sandro (Miguel Bogalho) para ficar na mercearia.

Evelina (Susana Arrais) pergunta a Vanda (Fernanda Serrano) se já pensou em tudo o que lhe disse sobre a morte de Leandro, mas Vanda responde que não querer falar desse assunto, por ter recebido flores de um admirador.

O médico retira a bala do corpo de Zeca (Graciano Dias), mas diz que precisam de perceber que danos causou.

Ema também pergunta a Raul o que foi fazer ao hospital e ele diz que foi visitar um funcionário. Imediatamente, Ema percebe que se trata de Zeca, que foi ele que matou o marido de Vanda, e desmaia.

Sandro diz que toma conta da mercearia e Olga dá-lhe um beijo de agradecimento, deixando-o confiante. Gisela despede-se de Constança e avisa-a de que vão chegar as amigas dos Açores.

Fanã diz que foi fazer a entrega das flores e que encontrou Emília (Dina Félix da Costa). Gisela percebe que o ramo era para ela.

Emília está irritada por Vanda se ter apoderado das suas flores, quando recebe a notícia de que Zeca está no hospital. A empregada deixa cair uma jarra e explica que tem de sair.

Ema volta a si, e um enfermeiro insiste em observá-la, mas ela diz que já se sente melhor e pergunta a Eça onde está Zeca.

Diana está junto de Fred (Filipe Matos), e acha surpreendente que Joana (Catarina Rebelo) tivesse viajado do Faial para o ver. Fred também não estava à espera e diz que ela consegue coisas incríveis, deixando Diana fica com ciúmes.

Célia (Sofia Ribeiro) agradece a hospitalidade. Constança conta que a mãe e as tias estão no hospital porque Zeca foi internado em estado grave.

Eça tenta acalmar Ema, diz-lhe que Zeca está a ser operado e que não pode vê-lo. As irmãs chegam ao hospital e estranham ver Ema ali. Ela diz que foi lá por causa do namorado de Diana, e vai embora transtornada.

O médico está a suturar Zeca, quando um esguicho de sangue jorra do ombro de Zeca. O médico tenta controlar a situação.

Ema chega com Zequinha, cruza-se com David (Jorge Albuquerque) e ele percebe que ela não está bem.

Emília liga a David a agradecer as flores. Ele convida-a para jantar, mas ela diz que tem um problema profissional e que não vai conseguir.

Evelina e Vanda entram no instituto e são recebidas pelas funcionárias, que fazem vénias. Vanda mostra um saco de roupa a Evelina e pede-lhe para escolher alguma coisa. Ela agradece, mas diz que não precisa.

Ema entra no quarto, atira-se para cima da cama a chorar e censura-se por não ter feito nada.

Raul vai a casa de Peter (Joaquim Nicolau), para conversarem sobre o estado de Zeca e conta que ele está vivo e que ia sendo apanhado por Ema, que também estava no hospital com Diana.

Constança leva Joana e Célia ao restaurante e pede a Lina para lhes fazer um prato especial. Joana, quando fica sozinha, liga a Ema.

Filomena (Sofia Nicholson) está no bar da editora, quando Sandro lhe liga a avisar que Zeca está internado no hospital, em estado grave. Filomena fica pasmada e todos se olham intrigados.

Ema está sentada na cama a chorar, quando recebe uma chamada de Joana e não se sente em condições de atender.

Na editora, todos estão preocupados com o estado de Zeca. Rita (Beatriz Barosa) acha que pode ter alguma coisa a ver com a pessoa que o mandou para a prisão, que pode estar a querer tirá-lo do caminho, e decidem ir visita-lo.

O médico informa que a cirurgia não foi fácil, que Zeca está estável, mas que ainda não está livre de perigo.

O pessoal da editora chega para saber de Zeca e Santos Costa fica encantado com Gisela, que come uma bola de Berlim com satisfação.


Sobre «Amar Demais»

Há quem esteja disposto a dar a vida, ou o seu tempo de vida, para salvar alguém, por amar mais... É assim Zeca, o protagonista. Uma pessoa dotada de valores, com um enorme sentido de justiça, que nem sempre escolhe o caminho provável para ajudar quem ama, mas que nunca tem dúvidas sobre o que é prioritário: proteger os seus. É isso que o leva à prisão, quando aceita dar-se como culpado por um crime que não cometeu em nome de outrem para salvar a vida da sua mãe.

Por a amar demais, Zeca abdica da sua própria liberdade, e do amor que Ema sente por ele. E quando percebe que foi enganado e que o seu sacrifício foi em vão, em vez de se revoltar, é resiliente. E prepara-se para o que será́ o dia do grande embate: o momento em que vai poder fazer justiça por tudo o que passou.

Zeca fica preso durante mais de 15 anos, mas quando sai está determinado a descobrir quem foram as pessoas que o traíram. Quer fazer justiça pelos anos perdidos, mas quer também provar a sua inocência. Quer ter o direito de recomeçar de novo, com a ficha limpa. E se para isso tiver de fazer algo que não deve no caminho, tudo bem: a pena já a cumpriu por antecipação.

Um homem que sabe bem o que quer, sem que isso o torne calculista, frio ou incapaz de sentir ou amar... Talvez isso seja o seu lado feminino a manifestar-se, fruto de ter crescido com uma mãe e quatro irmãs. Afinal, não dizem que as mulheres são feitas para aguentar todo o tipo de provações? Zeca é uma versão de calças destas mulheres lutadoras. O filho que se sacrifica pela mãe. O irmão protetor. O homem que pela mulher que ama roda o mundo. O pai que pela filha se descobre um novo homem, capaz da força de um leão.

Zeca é um hino às mulheres que o educaram, porque o mundo em que vivemos pode ser considerado ainda dos homens, mas é do ventre das mulheres que eles nascem, são elas quem os educam, são a sua maior influência. O que mostra que na realidade o mundo está nas mãos das mulheres, a quem compete fazer dos seus filhos: homens tolerantes, homens amorosos que as amem e respeitem acima de tudo, que as tratem como iguais

Ficha Técnica

Título Original: Algo corre mal na cirurgia de Zeca
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares