“Há tipos de violência doméstica menos óbvios”. Ordem dos Psicólogos apela à ação e prevenção

Sex, 25 nov 2022

Renata Benavente, vice-presidente da Ordem dos Psicólogos, explica que “há processos emocionais e psicológicos complexos” em situações de violência doméstica, sobretudo pelo facto de a “generalidade dos agressores” são alguém com quem a vítima “tem uma relação de intimidade”, o que “dificulta”, diz, o processo de perceção e distanciamento.

“Há tipos de violência menos óbvios”, diz, referindo-se à violência sexual e social, esta última marcada, por exemplo, pelo impedimento de convívio com outras pessoas ou de acesso aos seus rendimentos.

A especialista destaca o aumento do número de homicídios em contexto de violência doméstica, mas destaca que “também tem aumentado não apenas a violência física, como também psicológica e sexual”.

A vice-presidente da Ordem dos Psicólogos menciona ainda o “esforço coletivo” em várias “áreas da sociedade” para prevenir e agir episódios de violência doméstica.

Neste espaço de grande informação há noticiário, há comentário e há interação. Damos atenção ao desporto, à segurança, à saúde e a tudo o que mexe com a vida das pessoas. Aqui contamos com a participação, em direto, dos espetadores da CNN Portugal.

Favoritos

Partilhar

Relacionados

Últimos Episódios

MAIS VISTOS

NÃO PERCA