"Era o único porto do qual se podia partir para a salvação". Refugiado judeu, fotógrafo, em fuga para a América. Quem era Roger Kahan?

Ter, 31 out 2023

Durante a Segunda Guerra Mundial, o porto de Lisboa significou o embarque para a salvação de milhares de judeus e outros perseguidos pelo nazismo. Durante esse tempo, um judeu francês, Roger Kahan, registou em fotografias o drama dos refugiados em fuga para as Américas. O Cais da Rocha do Conde de Óbidos transformou-se no último cais da Europa.

O Jornal Nacional é marcado por um jornalismo atento e responsável, que se preocupa com os verdadeiros problemas do nosso tempo e das nossas vidas e os trata de forma profissional e séria.

 

Conteúdo em língua gestual portuguesa (LGP).

Favoritos

Partilhar

MAIS VISTOS

NÃO PERCA