EP 181 Samira quase mata Monique

Episódio 81 de «Prisioneira»

Neste episódio

Fredy (Lourenço Ortigão) e Sílvio (Vítor d'Andrade) mostram-se preocupados com Glória (Kelly Bailey) e com a reação dela às imagens da mãe que andam a circular na net.

Monique (Benedita Pereira) acusa Samira (Vera Kolodzig) de ter assassinado Omar (Carloto Cotta) e Teresa (Joana Ribeiro) e, num acesso de raiva, Samira empurra-a e Monique cai inerte no chão.

Sofia (Anna Leppanen) vai a casa de Diogo (Paulo Pires) e confessa as razões de ter feito a vida de Leila (Sofia Aparício) e Diogo um inferno. No entanto, os ânimos exaltam-se quando Leila tenta que esta compreenda que quase podia ter sido apedrejada em praça pública. Diogo chega e pede a Sofia que saia de sua casa.

Monique desperta e levanta-se acusando Samira de tentar matá-la, como fez com Teresa e Omar. Samira pergunta o que é que estava no cofre bancário de Teresa que ela fez desaparecer porque devia ser importante, tão importante que foi por isso que matou Teresa. Monique nega as acusações e sai.

Glória, que já tem conhecimento das imagens da mãe que circulam na net, desmorona quando Fredy lhe conta da escuta que encontrou e que foi o pai que roubou os diamantes.

Acácio (Sérgio Praia) diz a Samuel (Nuno Gil) que Adão é bom rapaz e este avisa-o que se ele se voltar a aproximar de Madalena vai ter problemas graves. Acácio queixa-se da reação prepotente de Adão perante a preocupação que demonstrou ao ir falar com ele por causa do pai de Madalena, quando repara que a caixa registadora está vazia.

Vítor (Diogo Infante) vinca a Lídia (Joana Seixas) que Telma (Julie Sergeant) jamais perderia o seu tempo com ela e acusa-a que, cada vez que a ferida está quase sarada, ela consegue sempre reabri-la.

Samira diz a alguém que as provas para incriminar Monique não serviram de nada e precisam de agir rapidamente. Samira conversa com Eduardo (pedro Hossi), amigo de longa data, que a adverte para os perigos que corre ao meter-se com Monique.

Acácio faz a participação do roubo à PSP e Leandro (Romeu Vala) diz a Adão (Alexandre Jorge) que pode ter sido Tomé (Tiago Teotónio Pereira). Mário (Vítor Hugo), que vem a sair do quarto, ouve e fica perturbado.

Tomé (Tiago Teotónio Pereira), completamente alterado, exige ver o filho e na recusa de Leonor (Sara Prata) agarra-lhe o pescoço, quando entra Mário (Vítor Hugo) e o põe na rua à força. Mário conta que foi Tomé quem assaltou o hostel e que foi assim que arranjou dinheiro para se apresentar lá em casa no estado em que estava. Leonor estranha, mas acaba por admitir que roubar a própria família é inadmissível.


Sobre «Prisioneira»

Um médico muçulmano, revolucionário mas não fundamentalista, luta por um mundo mais justo e menos fraturado.

Apaixona-se loucamente por uma portuguesa e resgata-a de uma vida pouco fértil de amor.

No entanto, este resgate torna-se num cativeiro que ninguém previra e num combate desigual pela guarda de uma criança.

A intriga, que decorre entre Lisboa e um país do Magrebe, é protagonizada por um amor entre crenças e tradições diferentes, para sempre afetado por um atentado terrorista.

Ficha Técnica

Título Original: Samira quase mata Monique
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares