EP 114 Descontrolado, Gustavo bate em Diogo

Em «Prisioneira», Gustavo (Thiago Rodrigues) vai até casa de Diogo (Paulo Pires) para tirar satisfações sobre facto do inspetor não ter entregado o telemóvel que incrimina Maleeka (Rita Ruaz) no caso do desaparecimento de Teresa (Joana Ribeiro) e de Omar (Carloto Cotta). A tensão aumenta e os ânimos descontrolam-se acabando em violência.

 

Sáb, 28 set 2019 23:47 TVI

Neste episódio

Lídia (Joana Seixas), escondida na casa de banho, ouve Chaves (Carlos Oliveira) a dizer que recebeu uma denúncia anónima que afirma ter visto James (Graciano Dias) a ameaçar Teresa (Joana Ribeiro) uns dias antes da sua morte.

Samuel diz a Glória (Kelly Bailey) que acredita nela e esta afirma que ele foi a melhor coisa que lhe aconteceu. Samuel beija-a, mas rapidamente pede desculpa, por não se quer aproveitar da sua fragilidade.

Vítor (Diogo Infante) conta que Teresa descobriu que havia alguém na organização acima de Henrique (Ângelo Torres). Diogo (Paulo Pires) percebe que o alvo do atentado era Teresa e Vítor diz que vai vingar a morte da filha.

Monique (Benedita Pereira) confessa a Glória que a ouviu falar de Samuel e finge-se sua amiga, contando que Samuel lhe disse exactamente as mesmas palavras.

Chaves conta a James que Dário esteve em sua casa e que encontrou provas comprometedoras. O empresário diz ao inspetor que não tem opção porque na noite em que o barco foi sabotado ele estava com Lídia e, ou vai preso, ou Vítor mata-o.

Murilo janta com Samira (Vera Kolodzig), que lhe conta algumas mentiras de Al-Aradhi, deixando-o deslumbrado por ela.

Fredy (Lourenço Ortigão) relembra Renata (Filipa Pinto) que têm de encontrar um plano para fugir à ecografia. Num momento de sinceridade, a filha de Murilo diz-lhe que, se não fosse homossexual, Fredy seria a pessoa ideal para ela.

Leila (Sofia Aparício) e Maleeka (Rita Ruaz) conhecem João César, o futuro marido da muçulmana, e Margarida (Paula Lobo Antunes) entrega-lhes uma série de papelada referente ao processo do casamento. Leila fica nervosa e intimidada porque João César é galante e sedutor.

No tribunal, Glória (Kelly Bailey) está com Leonor (Sara Prata), que a relembra que não pode responder a provocações. Vítor (Diogo Infante) mantém o silêncio, na estranheza de Lídia (Joana Seixas), quando chega James (Graciano Dias), que o olha com ódio.

Gustavo (Thiago Rodrigues) pede justificações a Chaves (Carlos Oliveira) por ainda não ter detido Maleeka (Rita Ruaz) e este responde-lhe que o telemóvel e as restantes provas não lhe chegaram às mãos. Revoltado, Gustavo vai ao encontro de Diogo (Paulo Pires) e exige-lhe o telemóvel com as mensagens suspeitas. Os dois envolvem-se numa luta.

No tribunal, Lídia (Joana Seixas) conta as razões que a levaram a pedir a guarda de Olívia, enumerando a agressividade, a violência e as burlas que Glória cometeu.

Segue-se Leonor, como advogada de Glória, que tenta que fique claro que a mesma só entregou Olívia ao cuidado de Teresa (Joana Ribeiro) por não querer que ela crescesse dentro do ambiente prisional.

Sahid (Lucas Dutra) tenta explicar a Carolina (Margarida Corceiro) que gosta dela, mas afasta-se cada vez que ela lhe toca por uma questão cultural. Decidida, Carolina fixa o olhar no amigo e quase se beijam, quando aparece Helena (Lia Gama) que os interrompe.  

À porta do tribunal, Fredy (Lourenço Ortigão) é apanhado pelos jornalistas, que lhe perguntam se foi testemunha a favor de Glória. O mecânico diz que não vai fazer comentários e afasta-se.

Vítor é interrogado sobre o que se passou há quatro anos e conta que Glória não disparou a arma. Descontrolada, Lídia continua a afirmar que Glória disparou e o juiz decide suspender a audiência.

Monique (Benedita Pereira) chega a casa de Samuel com um borrego, dizendo que é Acácio, e Sabrina fica feliz. Susete afirma que sabe que aquele borrego não é Acácio, pois mandou-o para uma quinta e pede dinheiro pelo seu silêncio.

Glória pergunta a Vítor porque é que a defendeu em tribunal e o pai confessa-lhe que sabe que ela não disparou a arma por querer e abraçam-se. No fim da conversa, pai e filha despedem-se e, de seguida, Vítor telefona para a PJ e diz ter informações sobre o homicídio de Teresa e Omar (Carloto Cotta).


Sobre «Prisioneira»

Um médico muçulmano, revolucionário mas não fundamentalista, luta por um mundo mais justo e menos fraturado.

Apaixona-se loucamente por uma portuguesa e resgata-a de uma vida pouco fértil de amor.

No entanto, este resgate torna-se num cativeiro que ninguém previra e num combate desigual pela guarda de uma criança.

A intriga, que decorre entre Lisboa e um país do Magrebe, é protagonizada por um amor entre crenças e tradições diferentes, para sempre afetado por um atentado terrorista.

Ficha Técnica

Título Original: Descontrolado, Gustavo bate em Diogo
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares