EP 18 Apaixonados, Ema e Zeca fazem amor

Episódio 18 de «Amar Demais».

Sáb, 3 out 2020 21:47 TVI

Neste episódio

Zeca (Graciano Dias) e Ema (Ana Varela) esbarram inesperadamente um no outro. Ema está frágil e desata a chorar. Zeca fica preocupado, sem saber o que fazer, mas tenta acalmá-la. Ema não consegue conter a emoção e beija Zeca, deixando-o perplexo. Ela desfaz o beijo, mas depois é ele que a beija com paixão.

Os dois beijam-se apaixonados, até que Ema se afasta bruscamente, preocupada que alguém os veja. Zeca convida Ema para ir para sua casa, mas acabam por ir para um hotel, onde confessam o amor que sentem um pelo outro e fazem amor.

Joana (Catarina Rebelo) está histérica por Célia (Sofia Ribeiro) não a deixar ir para Lisboa ter com Fred (Filipe Matos), por ele correr risco de vida e querer estar junto dele.

Ao ver a bisavó, Diana (Matilde Reymão) começa a chorar e culpa-se pelo que aconteceu. Maria Helena (Maria Emília Correia) conclui que também nunca tinham feito nenhum protesto à porta da fábrica de Peter (Joaquim Nicolau).

Ulisses (Nuno Homem de Sá) explica as condições do acordo e lembra que elas vão poder continuar a morar ali. Ulisses está convencido de que elas vão gostar de conhecer Zeca, porque além de muito rico também é muito culto.

Antonieta (Lia Gama) refere que tem gostos requintados e que gostava de os manter. Ulisses garante que não lhes vai faltar dinheiro.

Zeca e Ema estão extasiados por terem feito amor. Zeca percebe que ela queria dizer qualquer coisa sobre o Faial, mas que se arrependeu.

Evelina (Susana Arrais) chega bem-disposta, ansiosa para conhecer o seu admirador. Evelina imagina como ele será e fica animada ao saber que ele comprou os livros em dinheiro.

Célia continua a tentar demover Joana de ir para Lisboa, mas Joana está disposta a tudo para estar com Fred e sai porta fora.

Fanã (Salvador Nery) vê Gisela (Carla Vasconcelos) e Olga (Helena Costa) a chegarem com Conceição (Estrela Novais) e oferece ajuda para agradar Olga.

Peter continua furioso com a incompetência dos PJs e volta a frisar a Raul (Sérgio Praia) que não tem como justificar ter aqueles diamantes em sua posse.

Estela (Isabel Figueira) aconselha Célia a ter mais calma, ou vai acabar por virar Joana contra ela. Estela explica que Joana quer ir ter com Fred e não com Ema, mas Célia tem a certeza que se a filha for para Lisboa vai encontrar-se com Ema.

Filomena (Sofia Nicholson) pergunta por Zeca e Ferreira diz-lhe que teve de sair mais cedo, porque São piorou.

Evelina fica em choque ao ver que o seu admirador é Arnaldo (João Lagarto).

Peter revela que mandou enxotar os manifestantes, mas fica preocupado ao saber que o namorado de Diana está no hospital, por ter sido atingido na manifestação e pede para descobrirem para que hospital foi o rapaz.

Evelina acusa Arnaldo de ser um stalker. Arnaldo não fica chateado com a aquela reação, pois gosta de mulheres difíceis.

Emília (Dina Félix da Costa) imagina uma conversa com David (Jorge Albuquerque). Ele liga-lhe para confirmar o jantar e ela mostra-se determinada a contar a verdade, mas decide levar um vestido da patroa, só mais uma vez.

Zeca e Ema beijam-se. Ela acaba por revelar o que foi fazer ao Faial. Zeca tem quase a certeza de que é o pai da bebé e até recorda o momento em que a fizeram. Ema partilha com Zeca a suspeita de que a filha pode estar viva.

Fanã ajuda a sentar São na cadeira de rodas e ela ofende-o. Fanã não percebe aqueles comentários. Olga explica que ela perdeu os filtros. Olga agradece a ajuda, ele cita uma passagem da bíblia e deixa Olga encantada.

Evelina choca com Salomé (Madalena Brandão) e ela pergunta-lhe se por acaso não mexeu nuns originais que estavam na secretária de Rita (Beatriz Barosa). Evelina finge-se ofendida.

Sandro (Miguel Bogalho) mete-se com Fanã por, agora, passar a vida em casa de São e promete contra-atacar.

Zeca fica incrédulo com a possibilidade de ter uma filha. Ema questiona-se sobre onde terá andado a filha e que tipo de pessoa será.

Olga e Gisela estão preocupadas por não terem com quem deixar São. Eça (Nuno Pardal) aparece e começa a achar que Zeca foi levado pela PJ.

Zé Manel fica transtornado com o que aconteceu a Fred e dá força a Joana. Esta pede-lhe ajuda para comprar o bilhete de avião. Zé Manel nem pensa duas vezes.

Zeca garante que se o teste de ADN der negativo, vai virar o mundo ao contrário até encontrar a filha e fica em choque por Ema indicar que não pode deixar Raul.

Evelina vai ter com Vanda (Fernanda Serrano) e mostra-lhe o livro de Zeca. Evelina explica que Zeca foi culpado pela morte do seu marido mas que, na verdade ele está inocente, deixando Vanda chocada.

Diana está inconsolável por Fred ter de ser operado ao cérebro. Diana sente asco do tio por ter ido ao hospital mostrar-se preocupado, quando sabe muito bem que foi ele que mandou fazer aquilo e ameaça-o.

Zeca tenta impedir que Ema se vá embora, mas ela explica que não pode deixar o marido, pois Zequinha (Diogo Dourguette) precisa que estejam juntos.

Zé Manel informa Célia de que decidiu oferecer a viagem a Joana, para poder ir ver Fred. Célia não autoriza que a filha viaje sozinha e Zé Manel oferece a viagem a Célia também. Esta fica sem saber o que dizer.


Sobre «Amar Demais»

Há quem esteja disposto a dar a vida, ou o seu tempo de vida, para salvar alguém, por amar mais... É assim Zeca, o protagonista. Uma pessoa dotada de valores, com um enorme sentido de justiça, que nem sempre escolhe o caminho provável para ajudar quem ama, mas que nunca tem dúvidas sobre o que é prioritário: proteger os seus. É isso que o leva à prisão, quando aceita dar-se como culpado por um crime que não cometeu em nome de outrem para salvar a vida da sua mãe.

Por a amar demais, Zeca abdica da sua própria liberdade, e do amor que Ema sente por ele. E quando percebe que foi enganado e que o seu sacrifício foi em vão, em vez de se revoltar, é resiliente. E prepara-se para o que será́ o dia do grande embate: o momento em que vai poder fazer justiça por tudo o que passou.

Zeca fica preso durante mais de 15 anos, mas quando sai está determinado a descobrir quem foram as pessoas que o traíram. Quer fazer justiça pelos anos perdidos, mas quer também provar a sua inocência. Quer ter o direito de recomeçar de novo, com a ficha limpa. E se para isso tiver de fazer algo que não deve no caminho, tudo bem: a pena já a cumpriu por antecipação.

Um homem que sabe bem o que quer, sem que isso o torne calculista, frio ou incapaz de sentir ou amar... Talvez isso seja o seu lado feminino a manifestar-se, fruto de ter crescido com uma mãe e quatro irmãs. Afinal, não dizem que as mulheres são feitas para aguentar todo o tipo de provações? Zeca é uma versão de calças destas mulheres lutadoras. O filho que se sacrifica pela mãe. O irmão protetor. O homem que pela mulher que ama roda o mundo. O pai que pela filha se descobre um novo homem, capaz da força de um leão.

Zeca é um hino às mulheres que o educaram, porque o mundo em que vivemos pode ser considerado ainda dos homens, mas é do ventre das mulheres que eles nascem, são elas quem os educam, são a sua maior influência. O que mostra que na realidade o mundo está nas mãos das mulheres, a quem compete fazer dos seus filhos: homens tolerantes, homens amorosos que as amem e respeitem acima de tudo, que as tratem como iguais

Ficha Técnica

Título Original: Apaixonados, Ema e Zeca fazem amor
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares