EP 8 Bairro da Fortuna começa a arder!

Episódio 8

Ter, 22 set 2020 21:40 TVI

Neste episódio

Ferreira e Salomé (Madalena Brandão) olham incrédulos para Zeca (Graciano Dias), que não sabe onde se enfiar. Zeca acaba por contar a sua história, mas Vanda (Fernanda Serrano) não acredita nele e tenta agredi-lo.

O rapaz explica ao inspetor que está a trabalhar desde as 7h30 e que era impossível ter ido ao banco.

Ferreira leva Vanda para fora do café. Zeca pede desculpa por não ter contado nada antes. Salomé percebe que foi Zeca quem escreveu o livro e troca um olhar com Rita (Beatriz Barosa).

Raul (Sérgio Praia) está preocupado por David (Jorge Albuquerque) insistir em ver as contas da editora.

Filomena (Sofia Nicholson), que está triste por ter recebido uma ordem de despejo, e fica confusa com a conversa dos patrões.

Sandro (Miguel Bogalho) lamenta ter recebido a ordem de despejo, mas promete fazer frente a Arnaldo (João Lagarto), e fica entusiasmado ao ver Olga (Helena Costa). Fanã (Salvador Nery) acha-a muito sonsa, mas Sandro explica que aí é que está o interesse, porque ela é virgem.

Rita e Salomé querem saber por que motivo Zeca não denuncia o verdadeiro culpado. Zeca conta que não sabe quem ele é, acrescenta que não lhe pagaram como estava combinado e que a mãe acabou por morrer.

O rapaz fica aliviado por ter conseguido provar que esteve a trabalhar. O inspetor explica-lhe que alguém se fez passar por ele para aceder a um cofre. O Rapaz conta que foi assaltado, e que os seus documentos não chegaram a aparecer.

Raul acha que devem por David a par das contas da editora e Peter acaba por concordar.

Ferreira não julga Zeca, nem quer prejudicá-lo, porque ele já cumpriu a pena. Rita dá a entender que quer publicar o seu livro, mas que, para isso, têm que descobrir o culpado. Zeca fica surpreendido, mas teme expor-se demais. Todos se mostram dispostos a ajudá-lo, deixando Zeca emocionado.

Olga comenta com Gisela (Carla Vasconcelos) que viu um homem suspeito a tirar fotos às casas e desconfia que aquilo tenha dedo de Arnaldo.

Ulisses (Nuno Homem de Sá) faz planos com o dinheiro dos diamantes, mas Eça (Nuno Pardal) não gosta da postura do pai e decide mudá-los de lugar. Miranda entra na livraria e Eça observa-o com estranheza.

Olga e Gisela andam pelo bairro à procura do homem misterioso. Miranda sai da livraria e olha para a fechadura, certifica-se que ninguém o vê e esconde-se.

Rita e Salomé estão impressionadas com a história de Zeca e com o seu talento para escrever. Rita está empenhada em encontrar o culpado. Salomé fica com ciúmes, mas Rita explica que só quer vender o livro.

Evelina (Susana Arrais) repreende Vanda por aparecer em sua casa sem avisar. Vanda conta-lhe que o assassino do seu marido trabalha no bar da Editora e pede-lhe ajuda.

Sandro arregala os olhos ao ver Olga. Fanã olha para ela com admiração e decidem apostar quem consegue ficar com ela.

Miranda diz a Arnaldo que já sabe como tirar os moradores do bairro. Arnaldo dá-lhe carta branca para atear fogo ao bairro.

Emília (Dina Félix da Costa), produzida com as roupas da patroa, espreita à porta do atelier. David, ao vê-la, convida-a para entrar. Emília fica surpreendida quando David lhe diz que tinha esperança de voltar a vê-la. Ela finge que já não mora no bairro e que só anda por ali porque faz trabalho social. David convida-a para beber um copo.

Filomena (Sofia Nicholson) conta a Santos Costa (Ricardo Castro) que estão a pensar vender a Editora e despedir muita gente. Ele fica preocupado e quer impedir que aconteça.

Vanda pede a Evelina para conseguir despedir o assassino. Ela diz que não pode fazer nada, mas lembra-se de que aquilo dava uma boa história e compromete-se a ajudar.

Rute (Ana Guiomar) repara em Emília, e nas suas roupas caras. Emília diz que foi a patroa que lhe deu. Rute percebe que ela vai sair com David e que está a fingir ser quem não é, e apresenta-se como Mi.

Zeca chega à livraria e conta que a mulher do polícia foi à Editora acusá-lo de ser um assassino. Quando fica sozinho, Ulisses vai até à estante onde está o livro com os diamantes, mas percebe que o livro já não está lá e fica irritado.

Ulisses fecha a livraria e, pouco depois, aparece Miranda que abre a porta com um arame.

Zeca acha que só vai ter descanso quando descobrir o verdadeiro assassino do marido de Vanda e por isso decidiu vender os diamantes.

Jaime vê a porta da livraria entreaberta e chama por Eça e Ulisses, quando se apercebe de uma nuvem de fumo espesso. Jaime entra na livraria, mas Miranda dá-lhe uma pancada, deixando-o sem sentidos no chão e sai a correr.

Zeca está convencido de que sem dinheiro nunca vai conseguir encontrar os culpados. Nesse momento, Sandro aparece a avisar que há fogo na livraria.

Eça, Zeca e Ulisses chegam junto à livraria, onde já estão outros populares. Eça e Ulisses ainda tentam entrar, mas Zeca impede-os.


Sobre «Amar Demais»

Há quem esteja disposto a dar a vida, ou o seu tempo de vida, para salvar alguém, por amar mais... É assim Zeca, o protagonista. Uma pessoa dotada de valores, com um enorme sentido de justiça, que nem sempre escolhe o caminho provável para ajudar quem ama, mas que nunca tem dúvidas sobre o que é prioritário: proteger os seus. É isso que o leva à prisão, quando aceita dar-se como culpado por um crime que não cometeu em nome de outrem para salvar a vida da sua mãe.

Por a amar demais, Zeca abdica da sua própria liberdade, e do amor que Ema sente por ele. E quando percebe que foi enganado e que o seu sacrifício foi em vão, em vez de se revoltar, é resiliente. E prepara-se para o que será́ o dia do grande embate: o momento em que vai poder fazer justiça por tudo o que passou.

Zeca fica preso durante mais de 15 anos, mas quando sai está determinado a descobrir quem foram as pessoas que o traíram. Quer fazer justiça pelos anos perdidos, mas quer também provar a sua inocência. Quer ter o direito de recomeçar de novo, com a ficha limpa. E se para isso tiver de fazer algo que não deve no caminho, tudo bem: a pena já a cumpriu por antecipação.

Um homem que sabe bem o que quer, sem que isso o torne calculista, frio ou incapaz de sentir ou amar... Talvez isso seja o seu lado feminino a manifestar-se, fruto de ter crescido com uma mãe e quatro irmãs. Afinal, não dizem que as mulheres são feitas para aguentar todo o tipo de provações? Zeca é uma versão de calças destas mulheres lutadoras. O filho que se sacrifica pela mãe. O irmão protetor. O homem que pela mulher que ama roda o mundo. O pai que pela filha se descobre um novo homem, capaz da força de um leão.

Zeca é um hino às mulheres que o educaram, porque o mundo em que vivemos pode ser considerado ainda dos homens, mas é do ventre das mulheres que eles nascem, são elas quem os educam, são a sua maior influência. O que mostra que na realidade o mundo está nas mãos das mulheres, a quem compete fazer dos seus filhos: homens tolerantes, homens amorosos que as amem e respeitem acima de tudo, que as tratem como iguais

Ficha Técnica

Título Original: Bairro da Fortuna começa a arder!
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares