EP 26 Célia é «assombrada» por Zeca

Em «Amar Demais», Célia (Sofia Ribeiro) sente-se mal, depois de descobrir que Zeca (Graciano Dias) é o ex-namorado de Ema (Ana Varela) e, por isso, o possível pai de Joana (Catarina Rebelo). Todos ficam aflitos em casa das irmãs Goulart.

Ter, 13 out 2020 21:45 TVI

Neste episódio

Santos Costa (Ricardo Castro) pede uma cópia do livro de Zeca (Graciano Dias), porque ficou ainda mais curioso com aquela história e pergunta a Rita (Beatriz Barosa) se desconfia de alguém.

Carolina (Joana Manuel) está em pânico por ter acabado o café. Antonieta (Lia Gama) sugere aceitarem o convite de Maria Helena (Maria Emília Correia) para passarem uns tempos em casa dela. Carolina acha que se alguém desconfiar da real situação delas, será um escândalo.

Emília (Dina Félix da Costa) está a chegar ao bairro com as irmãs e com Filomena (Sofia Nicholson). Nesse momento, David (Jorge Albuquerque) vê-a e chama-a.

Rute (Ana Guiomar) pica Emília e diz-lhe que é desta que David a apanha. David olha Mi, de alto a baixo, e repara que ela está diferente.

Rita e Santos Costa conversam sobre os possíveis suspeitos e acham que pode ter sido o verdadeiro assassino ou a viúva. Santos Costa está cada vez mais entusiasmado com aquela história e não tem dúvidas de que o livro vai ser um sucesso.

Ema (Ana Varela) está deitada na cama a chorar. Maria Helena pergunta-lhe o que se passa, mas Ema diz que não consegue falar. Emília, atrapalhada, diz que evita ir produzida para o bairro. David (Jorge Albuquerque) elogia a sensibilidade dela.

Evelina (Susana Arrais) encontra a passagem em que Zeca fala de Ema e questiona-se se será mesmo a mulher de Raul (Sérgio Praia).

Raul (Sérgio Praia) quer saber o que se passa. Ema (Ana Varela) diz que está só com uma enxaqueca e pergunta pelo funcionário. Raul diz-lhe que acha que ele vai morrer.

Ema recorda o desenho que Zequinha (Diogo Dourguette) fez e olha desconfiada para Raul, questionando-se porque Raul faria mal a Zeca (Graciano Dias).

Ulisses (Nuno Homem de Sá) e Eça (Nuno Pardal) decidem ir para casa de Filomena (Sofia Nicholson), para Célia (Sofia Ribeiro) e Joana (Catarina Rebelo) poderem ficar ali. Joana fica impressionada ao saber que Zeca levou um tiro e lembra-se de que o viu passar no hospital.

Zeca continua entubado e inanimado. Bandido entra vestido de enfermeiro, calça umas luvas e olha para Zeca com ar ameaçador. Bandido prepara-se para asfixiar Zeca, quando entram duas enfermeiras para lhe mudar o soro. Bandido disfarça e vai embora. Bandido censura-se por não ter conseguido matar Zeca.

Todos estão preocupados com Célia, mas ela diz que apenas precisa de apanhar ar. Gisela (Carla Vasconcelos) agradece a Filomena, por ter disponibilizado um quarto. Joana diz que se precisarem de alguma coisa, podem contar com ela.

David (Jorge Albuquerque) está impressionado com o que Emília (Dina Félix da Costa) lhe contou sobre Zeca. David estranha as circunstâncias e lembra que Zeca é um bandido.

Raul informa Ema de que esteve a pensar melhor e que decidiu fazer a doação para o instituto.

David está convencido de que o tiro que Zeca levou foi um ajuste de contas dos tempos da prisão. Emília sublinha que ele é uma pessoa honesta e que foi preso injustamente.

Arnaldo (João Lagarto) está reunido com um colaborador para arranjarem forma de Conceição (Estrela Novais) lhes vender a casa, aproveitando que agora está desequilibrada.

Emília desconfia de que a viúva do polícia possa estar envolvida no que aconteceu a Zeca e refere que é a presidente dum instituto de doenças raras. David percebe que se trata de Vanda (Fernanda Serrano). Emília estranha que David conheça Vanda e ele explica que Vanda é amiga de Ema.

Célia liga a Estela (Isabel Figueira) e conta que descobriu que o homem que foi ao Faial à procura de Ema é irmão de Gisela. Em pânico, diz que o melhor é irem embora de Lisboa o quanto antes.

Joana fala ao telemóvel com Diana (Matilde Reymão) e a jovem diz que Fred (Filipe Matos) deve ter alta em breve. Joana acha que o melhor é ele regressar aos Açores, mas Diana não concorda e diz que Fred pode ficar em sua casa.

Fanã (Salvador Nery) aproxima-se de Olga (Helena Costa), de forma sedutora. Rute (Ana Guiomar) chama-o à atenção. Rute arranja uma tarefa para Fanã sair dali e ele fica furioso por Sandro (Miguel Bogalho) estar a ganhar pontos.

Constança (Filipa Pinto) recebe uma chamada, fica eufórica, vai a correr ter com Rute e conta-lhe que lhe ligaram da agência de modelos.

Peter (Joaquim Nicolau) faz uma videochamada com uma funcionária da agência, que lhe mostra fotos de Constança. Peter acha-a muito nova e indica que precisa de uma acompanhante, sem falta, no dia seguinte. A Funcionária pede as fotos da mulher que acompanhou Constança à sessão fotográfica, percebemos que se trata de Rute e envia para Peter.

Diana diz a David que gostava de ajudar os donos da livraria que ardeu e que estava a pensar fazer a apresentação do seu livro e doar-lhes o dinheiro.

Peter vê as fotos de Rute e fica interessado, mas a funcionária alerta-o de que é a primeira vez dela como acompanhante. Peter fica ainda mais interessado.


Sobre «Amar Demais»

Há quem esteja disposto a dar a vida, ou o seu tempo de vida, para salvar alguém, por amar mais... É assim Zeca, o protagonista. Uma pessoa dotada de valores, com um enorme sentido de justiça, que nem sempre escolhe o caminho provável para ajudar quem ama, mas que nunca tem dúvidas sobre o que é prioritário: proteger os seus. É isso que o leva à prisão, quando aceita dar-se como culpado por um crime que não cometeu em nome de outrem para salvar a vida da sua mãe.

Por a amar demais, Zeca abdica da sua própria liberdade, e do amor que Ema sente por ele. E quando percebe que foi enganado e que o seu sacrifício foi em vão, em vez de se revoltar, é resiliente. E prepara-se para o que será́ o dia do grande embate: o momento em que vai poder fazer justiça por tudo o que passou.

Zeca fica preso durante mais de 15 anos, mas quando sai está determinado a descobrir quem foram as pessoas que o traíram. Quer fazer justiça pelos anos perdidos, mas quer também provar a sua inocência. Quer ter o direito de recomeçar de novo, com a ficha limpa. E se para isso tiver de fazer algo que não deve no caminho, tudo bem: a pena já a cumpriu por antecipação.

Um homem que sabe bem o que quer, sem que isso o torne calculista, frio ou incapaz de sentir ou amar... Talvez isso seja o seu lado feminino a manifestar-se, fruto de ter crescido com uma mãe e quatro irmãs. Afinal, não dizem que as mulheres são feitas para aguentar todo o tipo de provações? Zeca é uma versão de calças destas mulheres lutadoras. O filho que se sacrifica pela mãe. O irmão protetor. O homem que pela mulher que ama roda o mundo. O pai que pela filha se descobre um novo homem, capaz da força de um leão.

Zeca é um hino às mulheres que o educaram, porque o mundo em que vivemos pode ser considerado ainda dos homens, mas é do ventre das mulheres que eles nascem, são elas quem os educam, são a sua maior influência. O que mostra que na realidade o mundo está nas mãos das mulheres, a quem compete fazer dos seus filhos: homens tolerantes, homens amorosos que as amem e respeitem acima de tudo, que as tratem como iguais

Ficha Técnica

Título Original: Célia é «assombrada» por Zeca
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares