EP 218 Samira e Vítor fazem aliança

Em «Prisioneira», Samira (Vera Kolodzig) faz uma proposta a Vítor (Diogo Infante), que envolve muito dinheiro. O pai de Glória (Kelly Bailey) decide atraiçoar a filha, uma vez mais, ajudando a muçulmana a conseguir a procuração que a fará enriquecer e fugir do pais

Sex, 21 fev 2020 23:25 TVI

Neste episódio

Samira (Vera Kolodzig) vê os enfermeiros levarem Jamal (Miguel Amorim), profundamente amargurada. Vítor (Diogo Infante), que não se deixa comover pela cena, diz que na família dela não escapa um. A muçulmana responde-lhe que se colaborar e que se Fátima (Rita Ribeiro) assinar a procuração é o dinheiro dessa família que fará dele um homem rico.

Telma (Julie Sergeant) alerta a enteada de que, na situação em que ficaram, a sua única hipótese é ficar com Sebastião (Rui Porto Nunes). Renata (Filipa Pinto) não sabe o que fazer. Sebastião diz a Renata que percebeu que não é correspondido, mas quer ser seu amigo e abraçam-se.

Chaves (Carlos Oliveira) recebe um envelope que contem um caderno preto com todas as operações e contactos da WhiteShell que lhes permite desmantelar o que resta da organização cujo cabecilha era mesmo Murilo (Cassiano Carneiro).

Helena (Lia Gama) é operada e Diogo (Paulo Pires) diz que Margarida (Paula Lobo Antunes) tem sido um enorme suporte. Maleeka (Rita Ruaz) entra e diz que está na altura de contar toda a verdade, revelando que Sahid (Lucas Dutra) viajou para a Holanda para procurar a família biológica.

Graça (Sandra Faleiro) conta a Mário (Vítor JHugo) que Tomé (Tiago Teotónio Pereira) não apareceu para começar a trabalhar, quando chega Lídia (Joana Seixas). Lídia conta que viram Tomé a embarcar, no aeroporto, e Graça acaba por admitir que o filho se foi embora, sem lhe dar uma palavra e que nunca teve intenção de ir trabalhar e nem de viver com ela.

Samuel (Nuno Gil) entra no hostel para falar com Adão (Alexandre Jorge), mas Acácio (Sérgio Praia) aconselha-o a recorrer a um advogado para o fazer em tribunal. Adão reage ao que Acácio lhe conta e diz que tem de ir embora e acrescenta que embora Madalena (Maria Arrais), seja uma miúda, teve a coragem de enfrentar o pai para ficar com ele e que não a pode abandonar. Madalena que vem a entrar, ouve a conversa e fica a processar a informação.

Vítor entra no local onde Glória está e ela corre para ele quando percebe que, atrás dele, vem Samira com uma arma.

Eduardo (Pedro Hossi) diz a Samira que tem um mau pressentimento e que não quer ficar com a morte de inocentes na consciência. O advogado acrescenta que não pode continuar a compactuar com ela. Samira relembra-o que se não fosse ela, ele estaria morto e que ele tem de cumprir o que prometeu até ao fim.

Glória conta, a Vítor, que foi Jamal quem matou Teresa (Joana Ribeiro) e que Samira quer que Fátima assine uma procuração passando todos os bens de Jamal para o seu nome. Vítor questiona Fátima sobre o porquê de ainda não ter assinado o papel. A muçulmana vinca que assim que o fizer, Samira mata-os.

Helena acorda, do efeito da anestesia, e emociona-se ao ver Sahid (Lucas Dutra). O jovem pede desculpa por tudo e Helena responde-lhe que é a avó mais feliz do mundo. Entram Diogo, Carolina (Margarida Corceiro) e Margarida, que ficam perplexos por ver Sahid. Diogo aproxima-se de Helena para lhe contar o que descobriu sobre Sahid. Supreendentemente, ela responde-lhe que já sabia que Sahid não é seu neto biológico.


Sobre «Prisioneira»

Um médico muçulmano, revolucionário mas não fundamentalista, luta por um mundo mais justo e menos fraturado.

Apaixona-se loucamente por uma portuguesa e resgata-a de uma vida pouco fértil de amor.

No entanto, este resgate torna-se num cativeiro que ninguém previra e num combate desigual pela guarda de uma criança.

A intriga, que decorre entre Lisboa e um país do Magrebe, é protagonizada por um amor entre crenças e tradições diferentes, para sempre afetado por um atentado terrorista.

Ficha Técnica

Título Original: Samira e Vítor fazem aliança
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares