EP 116 Vitória dá a cara na luta contra a violência

Episódio 116

Qua, 5 ago 2020 21:45 TVI

Neste episódio

Vitória (Sara Barradas) apresenta-se a Rute e começa a contar também a sua história.

Carlos (João Vicente) adormeceu com uma garrafa de vinho ao lado. Joana (Marina Mota) acorda-o, mas ele não se consegue levantar.

Diogo (Luís Henrique) e Pilar correm, Hugo (Rodrigo Paganelli) e Sandra (Marta Faial) andam atrás deles e manda-os despachar, enquanto lhes prepara os lanches.

Alfredo (Luís Esparteiro) pede a Patrícia (Leonor Seixas) para passar roupa a ferro. Ela tem de ir abrir o café e beija-o.

Maria (Mafalda Marafusta) ao telemóvel com Patrícia fala da sua carreira, pergunta como está Carlos e ela conta que ele continua em depressão desde o afastamento de Vitória.

Elvira (Ana Bustorff) acorda na cama de Catarina (Maria José Pascoal), aproxima-se do roupeiro e fica indecisa na escolha da blusa. A governanta toma pequeno-almoço no lugar de Catarina, e Isabela (Inês Herédia) serve-lhe café. A jovem preferiu abdicar do casamento com Mateus, pois o estatuto de patroa não lhe assenta. Isabela recorda a visita que vez a Mateus (Pedro Sousa) na clínica psiquiátrica. Joana interrompe-a e avisa que Lucas chega para almoçar e tem de estar tudo impecável para o receber.

Nuno acorda Carlos, lembra-o que hoje tem de ir assinar contrato e manda-o ir tomar banho.

Na prisão, Marcos (Pedro Teixeira) com aspeto descuidado, recorda a tareia que levou de Cheirinhos, e mostra-se cheio de medo.

Vitória está reunida com Inês, Edite, Rute e outras vítimas. Uma das vítimas discursa, Vitória e as outras batem palmas, termina a reunião e despedem-se. Vitória conduz concentrada, passa pelo táxi onde vai Lucas e Ana, mas não se vêem. Vitória recorda quando acordou do coma, liga a Maria que a avisa da festa de arromba que lhe está a preparar. A enfermeira acha piada e segue viagem.

Lucas é recebido por Joana, Elvira e Isabela. Ana chega e tranca-se no quarto, deixando o pai triste e preocupado.

Ornelas avista Carlos a dormir no chão e avisa-o que Lucas e a filha já chegaram.

Isabela serve chás e Lucas conta que Ana não tem andado bem. Joana e Elvira disponibilizam-se para ajudá-lo a cuidar dela. O irmão mais velho dos Sana Cruz pergunta por Carlos, e Joana conta que o perdeu de novo para o vício.

Nuno espera que as coisas melhorem com a presença de Lucas. Carlos aparece, deixa-se abraçar, mas é frio e avisa que os tempos não foram fáceis para quem ficou. Lucas, Carlos, Nuno e Hugo estão reunidos, Lucas percebe que está tudo a correr mal e indica que o filho mais velho de Joana precisa de férias. Mas, ele recusa e avisa que a herdade é dele e que ninguém o afasta dali e sai.

Nuno avisa que tem sido sempre assim, e que contratou um detetive para encontrar João (Isaac Alfaiate).

Rita (Maya Booth) retira as malas do carro, dá uma moeda ao arrumador, quando repara que é João. Fica chocada ao perceber que ele voltou às drogas.

Isabela comenta com Sandra (Marta Faial) que Lucas e Ana chegaram. A irmã de Carla (Ana Sofia Martins) lembra que as vidas de todos ficaram viradas do avesso, e não sabe até quando vai conseguir manter a PH Natural.

A apresentadora recebe Vitória sob aplausos do público, apresenta-a como uma mulher empenhada em ajudar outras mulheres na luta contra a violência.

Machado (Pedro Hossi) aproxima-se da área demarcada com fita policial, pergunta aos agentes onde está o brinco do corpo que encontraram.

Na clínica psiquiátrica, enfermeiro dá a medicação a Mateus e ele finge tomar.

Joana vê entusiasmada a entrevista de Vitória, mas Isabela recusa-se a ver. A enfermeira conta a sua história e vinca que a sua luta neste momento é reencontrar a filha. Joana continua a ver a entrevista e Ana entra e repara na televisão. Ouve Vitória a dizer que Ana foi a única coisa boa que saiu daquele dia horrível. Joana apercebe-se da presença de Ana e diz-lhe que a mãe é muito corajosa e que lhe fez uma bonita declaração de amor. 

Vitória e Maria abraçam-se. A enfermeira diz que Júlio ia ficar orgulhoso se visse onde ela investiu o dinheiro. A jovem comenta que teve ajuda de Nuno e começa a mostrar a sua carrinha, liga o sistema de som e avisa o público que chegou.

Rita fica impressionada com o estado de João, pergunta-lhe se a família sabe que está ali. O Santa Cruz nega, pede mais dinheiro e afasta-se.

Patrícia, Vitória e Edite estão animadas a ouvir Maria a cantar as suas músicas. Machado passa de carro e observa a agitação.

Hugo tenta convencer Carlos a ir à festa de anos de Vitória, mas Carlos continua a beber e responde mal.

Patrícia entra com bolo de aniversário e cantam os parabéns a Vitória. Hugo tenta animar Sandra e conta à enfermeira que Ana regressou com Lucas. Vitória sai determinada, deixando Edite e Maria preocupadas. Carlos chega alcoolizado, grita por Vitória, mas Maria indica que a irmã já não está lá.

Elvira e Cartaxana trocam carinhos, quando tocam à campainha. A governanta abre a porta e depara-se com Vitória, que veio ver a filha.

Lucas insiste para Ana comer e diz-lhe que vai marcar consulta com um psicólogo para manter a terapia que fazia no Brasil. Ana recusa-se, mas Vitória aparece e pergunta se nem com ela quer falar. A enfermeira diz à filha que pode contar com ela para desabafar, mas Ana pede-lhe que se afaste.


Sobre «Quer o Destino»

QUER O DESTINO é a história de amor e de vingança de uma mulher que, já adulta, regressa ao local onde foi violada e onde virá a ser surpreendida com a sua capacidade de superação e, também, com algumas das mais vis expressões de maldade humana.

A vida de Vitória, uma jovem ribatejana apaixonada por animais e pela arte da falcoaria, dá uma volta de 180 graus no dia em que é violada e assiste ao homicídio do pai. Com receio de ser também morta, e com o desejo de esquecer tudo o que tinha passado, Vitória foge para Lisboa, com a firme decisão de nunca mais pisar a sua terra natal. Como a vida dá muitas voltas, 14 anos depois, Vitória regressa à casa de família dos seus violadores. É enfermeira e fisioterapeuta da mãe desses homens, Catarina, que sofreu um AVC e está em recuperação. Apesar da dureza de carácter, Catarina, a matriarca da família Santa Cruz, deixa-se prender pela simpatia e pela dedicação de Vitória. Fará tudo por ela até ao momento em que percebe que a sua vida pode pôr em risco a vida dos próprios filhos.

 

Carlos, o capataz da Herdade do Cruzeiro, herdade dos Santa Cruz, namorado de adolescência de Vitória, reconhece-a de imediato, apesar da sua profunda alteração física e psicológica. Depois de saber o que aconteceu 14 anos antes, Carlos põe-se à sua disposição para a descoberta de toda a verdade, com uma única condição: não quer participar em vinganças. No entanto, no decurso da novela, Vitória será constantemente surpreendida com o que é capaz de fazer para vingar a morte do pai e pela forma como uma paixão recente, mas intensa, lhe permite retomar o curso normal da sua vida, de certa forma em suspenso desde a violação.

Esta protagonista, fruto do seu passado, fará muitas coisas criticáveis mas, em boa verdade, será impossível não simpatizar com ela. Apesar do seu percurso sinuoso, consegue vencer os seus medos e os seus inimigos.

Ficha Técnica

Título Original: Vitória dá a cara na luta contra a violência
Categoria: Novela nacional
Formato: Outro
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares