EP 87 Vitória provoca ataque a Catarina

Episódio 87

Qua, 1 jul 2020 21:57 TVI

Neste episódio

Catarina entra maldisposta em casa. Lucas (Filipe Vargas) e Ana (Madalena Aragão) perguntam-lhe onde foi. Catarina vê Vitória, olha-a com ódio, começa a ter um ataque epilético e cai. Vitória consegue segurá-la e tenta controlar as convulsões.

Marcos vai a casa de Carla (Ana Sofia Martins), mas Isabela (Inês Herédia) não o deixa entrar. Marcos pede para transmitir a Carla que ela é a melhor mãe que os filhos podiam ter, que tem saudades dela, que pensa neles sempre, que está arrependido do que fez e sai emocionado. Carla, escondida, ouviu tudo e chora.

Catarina abre os olhos, não reconhece as pessoas, mas recorda que Vitória é a rapariga da violação, aperta-lhe a mão com força e crava-lhe as unhas no braço. Vitória não consegue evitar um esgar de dor. Lucas, preocupado, quer levar Vitória ao hospital, mas ela indica que não precisa, e que todos os doentes têm formas diferentes de reagir.

Vitória encontra Joana chorosa, e esta conta-lhe tudo por saber que Carlos não tem segredos com Vitória. Vitória abraça-a e conta que também foi violada.

Mateus (Pedro Sousa) vai ter com Catarina e ela confirma que Marcos tinha razão. Catarina mostra-se dececionada, mas indica que vão ter de resolver o assunto e perceber quem está a ajudá-la.

Maria, deitada no chão, ri sozinha. Nesse momento, ouve barulho. Elvira aproxima-se e Maria esconde-se. Elvira corta uns raminhos e desabafa com as suas plantas sobre Bernardo, relembrando quando iam para ali. Maria, alterada, decide troçar de Elvira com uma voz cavernosa. Elvira foge pelo jardim.

Mateus agradece à mãe por tê-lo impedido de confessar tudo ao padre. Catarina repara no papel no bolso dele e ele revela que namora com Isabela e que a mãe vai ter de respeitar.

Joana constata que Vitória era uma menina quando foi violada e sente-se mal por Carlos ter descoberto que é filho de um homem como Bernardo. Lucas entra e Vitória avisa que Joana está constipada e que precisa de descansar.

Lucas não sabe de Maria. Elvira e o patrão decidem fazer juntos o jantar.

Mateus, sem medos a falar de Isabela, sabe que ela foi posta na sua vida com o propósito de lhe transmitir bondade. Catarina vai mandar avisá-la de que as portas de casa estão abertas.

Lucas e Vitória chegam com o chá. Catarina fica incomodada com a presença de Vitória mas disfarça, e diz-lhe que é uma felicidade tê-la por perto.

Alfredo (Luís Esparteiro) comenta que o jazigo dos Santa Cruz foi destruído e que a marreta usada por Carlos (João Vicente) não estava no lugar. João (Isaac Alfaiate) aparece e conta que quer falar com Carlos. Hugo (Rodrigo Paganelli) elogia o comportamento dele depois de sair da clínica.

Vitória (Sara Barradas) fica surpreendida com os dotes culinários de Lucas (Filipe Vargas). O Santa Cruz conta que Matilde não cozinhava e que era ele que preparava tudo. Vitória recorda quando cozinhava com o pai mas explica que perdeu a vontade quando ele morreu. Lucas olha-a com ternura, e promete apresentar-lhe um prato novo todos os dias e começa a sujá-la com farinha. Vitória retribui. Ana aparece e junta-se à brincadeira.

Marcos (Pedro Teixeira) entra em casa a falar ao telemóvel com Carla (Ana Sofia Martins), e indica que gostava de estar com a filha no dia de anos dela. Carla lembra-o de que está proibido de entrar lá em casa e desliga. Marcos lê o recado de Rita (Maya Booth) a avisar que vai jantar com uma amiga.

Rita entra no quarto de hotel e, de forma sedutora, pergunta a Álvaro (Fredy Costa) se teve saudades dela.


Sobre «Quer o Destino»

QUER O DESTINO é a história de amor e de vingança de uma mulher que, já adulta, regressa ao local onde foi violada e onde virá a ser surpreendida com a sua capacidade de superação e, também, com algumas das mais vis expressões de maldade humana.

A vida de Vitória, uma jovem ribatejana apaixonada por animais e pela arte da falcoaria, dá uma volta de 180 graus no dia em que é violada e assiste ao homicídio do pai. Com receio de ser também morta, e com o desejo de esquecer tudo o que tinha passado, Vitória foge para Lisboa, com a firme decisão de nunca mais pisar a sua terra natal. Como a vida dá muitas voltas, 14 anos depois, Vitória regressa à casa de família dos seus violadores. É enfermeira e fisioterapeuta da mãe desses homens, Catarina, que sofreu um AVC e está em recuperação. Apesar da dureza de carácter, Catarina, a matriarca da família Santa Cruz, deixa-se prender pela simpatia e pela dedicação de Vitória. Fará tudo por ela até ao momento em que percebe que a sua vida pode pôr em risco a vida dos próprios filhos.

 

Carlos, o capataz da Herdade do Cruzeiro, herdade dos Santa Cruz, namorado de adolescência de Vitória, reconhece-a de imediato, apesar da sua profunda alteração física e psicológica. Depois de saber o que aconteceu 14 anos antes, Carlos põe-se à sua disposição para a descoberta de toda a verdade, com uma única condição: não quer participar em vinganças. No entanto, no decurso da novela, Vitória será constantemente surpreendida com o que é capaz de fazer para vingar a morte do pai e pela forma como uma paixão recente, mas intensa, lhe permite retomar o curso normal da sua vida, de certa forma em suspenso desde a violação.

Esta protagonista, fruto do seu passado, fará muitas coisas criticáveis mas, em boa verdade, será impossível não simpatizar com ela. Apesar do seu percurso sinuoso, consegue vencer os seus medos e os seus inimigos.

Ficha Técnica

Título Original: Vitória provoca ataque a Catarina
Categoria: Novela nacional
Formato: Outro
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares