EP 88 Vitória e Lucas em momento de «namoro»

Episódio 88

Qui, 2 jul 2020 21:55 TVI

Neste episódio

Rita questiona Álvaro se voltou a falar com Lucas. Ele responde que não, ela avisa que não quer nada com aquela família e beijam-se.

Catarina (Maria José Pascoal) conta a Mateus (Pedro Sousa) que Marcos continua com Rita e que vai ter de o manter afastado da Herdade. Mateus pede à mãe para ter cuidado para que não tenha outro ataque.

Ana, Lucas e Vitória terminam de comer. Lucas e Vitória trocam olhares cúmplices. Ana repara, apressa-se a comer, pede ao pai para se levantar e diz para se portarem bem. Vitória comenta que Ana é uma pessoa extraordinária.

Maria (Mafalda Marafusta) entra de gatas à procura de Vitória, vê que ela não está, sobe para a cama e enrola-se comportando-se como um gato.

Lucas, um pouco tocado, incentiva Vitória a beber, recorda quando a viu pela primeira vez e a teve de salvar no rio, e brindam.

Joana (Marina Mota) não entende porque Carlos destrui o jazigo. Carlos diz que é melhor saírem dali. Joana responde-lhe que não podem e que Catarina vai coloca-lo no testamento por fazer o que Bernardo fez.

Lucas e Vitória, ligeiramente tocados pelo álcool, brincam um com o outro. O Santa Cruz agarra-a pela cintura, e agradece-lhe a companhia. Vitória diz que há muito tempo que não se sentia tão bem e beija-o.

Vitória assusta-se com Maria, que ainda está perturbada com o que fumou, pede desculpa pela reação que teve com Carlos e conta que descobriu uma coisa sobre Elvira (Ana Bustorff) que é quase como um seguro de vida.

Álvaro quer estar com Rita noutros dias. Rita indica que não é conveniente para não comprometer o casamento dele. Álvaro diz-lhe que, se ela quiser, até lhe dá a Herdade da Lagoa mas tem de se comprometer com ele, deixando Rita surpreendida com a proposta.

Joana conta que Catarina não queria que fossem denunciados. Carlos, desiludido, avisa que não quer nada daquela gente e sai.

Lucas conversa com João sobre o ataque ao jazigo e indica que pode ter sido uma vingança dirigida a alguém da família. João recorda a conversa de Alfredo e de Hugo, e pede-lhe para ficar descansado porque vai tratar do assunto.

Marcos (Pedro Teixeira), melancólico, vê fotografias com os filhos e com Carla (Ana Sofia Martins). Rita (Maya Booth) chega e tira-lhe o copo de whisky. Marcos confronta-a, perguntando-lhe porque anda com ele. Magoada, ela revela que só lhe quer dar a gestão da Herdade e que gosta mesmo dele.

Lucas (Filipe Vargas), Ana (Madalena Aragão), Vitória (Sara Barradas), João (Isaac Alfaiate), Mateus (Pedro Sousa) e Catarina (Maria José Pascoal) tomam o pequeno-almoço.

Catarina pede a Elvira (Ana Bustorff) para se acalmar. A governanta não consegue porque Maria (Mafalda Marafusta) não trabalha. Vitória informa que vai falar com a irmã.

Maria dorme, aninhada na cama de Vitória. No chão ficaram tabuleiros com pratos vazios, uma caixa de gelado vazia, bolachas, e tudo o que lhe apeteceu comer.

João tem de sair para preparar as coisas para os anos de Pilar e Catarina avisa que vai a Lisboa para comprar o presente para a neta. Vitória oferece-se para acompanhá-la, mas Catarina lembra-a de que a prioridade é Mateus e eles sorriem cúmplices.

Madalena (Anna Eremin) está deliciada com o pequeno almoço, quando João aparece à procura de Carlos (João Vicente). Madalena abraça-o por serem amigos de infância, deixando Hugo (Rodrigo Paganelli) desagradado com a proximidade.

Carla faz uma lista de compras para Isabela (Inês Herédia) ir buscar. Elvira chega, diz a Isabela que veio a pedido de Catarina, e que pode voltar a ver Mateus sempre que quiser. Isabela, entusiasmada, apressa-se para preparar a festa e depois ir ver Mateus. Elvira indica que tinha saudades de Carla e das crianças, e que ela devia convidar Catarina para a festa porque não tem culpa das asneiras de Marcos. De seguida, recrimina a barriga dela.

Rita abre a porta, e fica surpreendida ao ver Catarina que chegou para falar com Marcos. Catarina avisa-o para não voltar lá a casa até Vitória estar longe, uma vez que Marcos é impulsivo e que Vitória não pode desconfiar de nada. Marcos, incrédulo, quer saber os planos contra Vitória. Catarina passa um cheque a Rita para comprar o silêncio deles. Ofendida, Rita rasga o cheque, e indica que tem um plano para arrancar a verdade a Vitória.

Vitória comanda os exercícios da recuperação de Mateus. O Santa Cruz elogia o seu trabalho e faz gemidos de prazer, deixando Vitória à beira de um ataque de nervos. Mateus diz que aguenta a dor, repentinamente solta um grito e só vemos a sua expressão de horror, sem saber o que lhe aconteceu. Vitória pede desculpa por ter magoado Mateus e continuam os exercícios. Ele indica que há muita gente que só tem prazer com a dor, deixando-a tensa. Mateus fica excitado e isso perturba-o, manda-a parar os exercícios e Vitória sai. Mateus reza como se precisasse de expurgar a sua culpa. Vitória, escondida, observa-o com nojo.


Sobre «Quer o Destino»

QUER O DESTINO é a história de amor e de vingança de uma mulher que, já adulta, regressa ao local onde foi violada e onde virá a ser surpreendida com a sua capacidade de superação e, também, com algumas das mais vis expressões de maldade humana.

A vida de Vitória, uma jovem ribatejana apaixonada por animais e pela arte da falcoaria, dá uma volta de 180 graus no dia em que é violada e assiste ao homicídio do pai. Com receio de ser também morta, e com o desejo de esquecer tudo o que tinha passado, Vitória foge para Lisboa, com a firme decisão de nunca mais pisar a sua terra natal. Como a vida dá muitas voltas, 14 anos depois, Vitória regressa à casa de família dos seus violadores. É enfermeira e fisioterapeuta da mãe desses homens, Catarina, que sofreu um AVC e está em recuperação. Apesar da dureza de carácter, Catarina, a matriarca da família Santa Cruz, deixa-se prender pela simpatia e pela dedicação de Vitória. Fará tudo por ela até ao momento em que percebe que a sua vida pode pôr em risco a vida dos próprios filhos.

 

Carlos, o capataz da Herdade do Cruzeiro, herdade dos Santa Cruz, namorado de adolescência de Vitória, reconhece-a de imediato, apesar da sua profunda alteração física e psicológica. Depois de saber o que aconteceu 14 anos antes, Carlos põe-se à sua disposição para a descoberta de toda a verdade, com uma única condição: não quer participar em vinganças. No entanto, no decurso da novela, Vitória será constantemente surpreendida com o que é capaz de fazer para vingar a morte do pai e pela forma como uma paixão recente, mas intensa, lhe permite retomar o curso normal da sua vida, de certa forma em suspenso desde a violação.

Esta protagonista, fruto do seu passado, fará muitas coisas criticáveis mas, em boa verdade, será impossível não simpatizar com ela. Apesar do seu percurso sinuoso, consegue vencer os seus medos e os seus inimigos.

Ficha Técnica

Título Original: Vitória e Lucas em momento de «namoro»
Categoria: Novela nacional
Formato: Outro
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Recomendados

Populares