EP 113 Corcovada deixa Bela Vida em choque

Episódio 113. 

Sex, 17 set 2021 21:48 TVI

Neste episódio

Em «Festa é Festa», Bino sugere beberem algo forte, para que Fernando aguente a conversa. Bino diz apenas que é uma questão pessoal e que pode comprometer as suas aspirações políticas.

Jorge (Manuel Melo), Nelinha (Inês Herédia) e Corcovada (Maria do Céu Guerra) estão excitados de volta da carrinha. Florinda (Ana Brito e Cunha) e Carlos (Rodrigo Paganelli) observam tudo com espanto e expectativa. Corcovada paga a encomenda e os entregadores revelam finalmente o que é. Ficam todos maravilhados ao ver uma mota com sidecar vintage. Florinda fica em pânico. Florinda (Ana Brito e Cunha) chama aflita por Carlos (Rodrigo Paganelli) e pede-lhe ajuda, porque está uma carrinha enorme lá fora e dizem que vêm fazer uma entrega. Florinda acha que só pode ser engano, mas nisto aparece Corcovada (Maria do Céu Guerra) e diz que não é engano nenhum. Corcovada sorri, misteriosa.

Fernando (Manuel Marques) fica escandalizado por Bino (Pedro Alves) lhe dizer que toda a aldeia anda a falar sobre a possibilidade de Louis não ser seu filho. Bino incentiva Fernando a beber, para aguentar tudo o que tem para lhe dizer. Bino diz que a única forma de calar o povo é fazendo um teste de paternidade. Fernando fica em choque. Fernando sente-se humilhado por ter de fazer um teste de paternidade, mas Albino acha que só assim o povo irá parar de falar. São e os miúdos chegam e estranham ver Albino ali.

O Padre (Carlos M.Cunha) pediu ao Sôtor (José Carlos Pereira) para vir até à igreja para conversarem, pois está preocupado com ele e pergunta como está o processo. O Sôtor diz que amanhã vai ser a leitura da sentença, mas é certo que nunca mais vai poder exercer medicina.

São (Sílvia Rizzo) pergunta se aconteceu alguma coisa e Bino (Pedro Alves) e Fernando (Manuel Marques)  ficam constrangidos.

Luís Aves (Hugo Sousa) chega e pede a Bino (Pedro Alves) que lhe arranje uma banca de churrasco e Bino responde-lhe que também quer o banco de Portugal. Bino pergunta o que é que ganha com isso e Aves diz-lhe que ganha uns ossos para o jantar.

Fernando (Manuel Marques) olha fixamente para Louis e São pergunta-lhe o que Bino (Pedro Alves) queria. Fernando responde de forma vaga e São (Sílvia Rizzo) acha que a conversa com Bino lhe fez mal. Fernando finge que Louis (Valdemar Brito) tem um mosquito na cabeça e aproveita para lhe arrancar um cabelo, para poder fazer o teste de paternidade.

Aves (Hugo Sousa) pede a Bino (Pedro Alves) que o ajude na logística e diz que precisa de ajuda para arranjar material. Bino diz-lhe que podia arranjar um patrocínio da Lusíaves para a festa da aldeia. Aves pede a Bino que fale com Fátinha (Marta Andrino) para o ajudar.

Peixoto (Vítor Emanuel) aparece para falar com Bino (Pedro Alves) e diz que tem uma bomba para lhe contar. Peixoto está convencido que aquilo que tem para lhe dizer, irá assegurar a sua vitória na campanha para a Câmara. Betinha (Ana Marta Contente) antevê problemas.

Tomé (Pedro Teixeira) está deprimido com a possibilidade de descer de divisão e Aida (Ana Guiomar) diz-lhe que agora tem António, mas Tomé nem a ouve e pensa no pior dos cenários. Aida pede-lhe para ser menos dramático, mas ele continua naquele desespero.

Estão todos maravilhados a olhar para a mota com o sidecar, exceto Florinda (Ana Brito e Cunha) que continua em pânico. Jorge (Manuel Melo) pede a Corcovada (Maria do Céu Guerra) para experimentar o fato macaco.

Peixoto (Vítor Emanuel) conta que descobriu um podre sobre a principal adversária de Bino (Pedro Alves) à presidência da Câmara. Peixoto revela que Camila (Marta Gil) é casada com um ex-autarca que anda fugido à polícia por crimes de burla e falsificação de documentos. Bino fica estarrecido.

Aida (Ana Guiomar) acarinha Tomé (Pedro Teixeira) e fá-lo sair daquele transe de pessimismo. Aida lembra que têm uma arma secreta e que este verão vai ser memorável. Tomé parece lembrar-se de algo e afirma que têm duas armas secretas. Tomé sai para a sua salinha e Aida fica desconsolada.

Peixoto (Vítor Emanuel) continua a dar as novidades a Bino (Pedro Alves) sobre as fraudes do marido de Camila (Marta Gil) e este fica muito espantado sobre como é que aquilo tudo foi abafado. Albino fica eufórico, a achar que a eleição está no papo.

Aida (Ana Guiomar) atende Manel (Vítor Norte) e pergunta-lhe como vão as coisas por casa de Corcovada (Maria do Céu Guerra). Ele diz que está tudo bem, tirando uma coisinha ou outra e Aida fica logo toda curiosa. Aida também tem receio que Corcovada não chegue aos cem anos, mas Manel não concorda nada. Ouve-se o barulho de um motor e saem todos para ver o que se passa. Saem todos do café e ficam estupefactos ao verem Corcovada a andar de sidecar, muito eufórica e a gritar que a vida é uma festa.

Glória (Catarina Avelar) pergunta pelo Padre (Carlos M. Cunha) e fica muito indignada quando Celeste lhe diz que ele saiu para tratar de algo da festa. Celeste não percebe porque é que a festa causa tanto azedume a Glória. Esta nega que isso seja verdade.

O Sôtor (José Carlos Pereira) diz que é quase certo que não poderá voltar a exercer medicina, mas confessa que está em paz com isso e que há uma coisa que o pode deixar igualmente feliz e realizado.

Corcovada (Maria do Céu Guerra) aparece já com o fato macaco vestido e quer já dar uma volta na mota. Florinda (Ana Brito e Cunha) fica muito preocupada e pede a Carlos (Rodrigo Paganelli) para fazer alguma coisa, mas ele continua embasbacado a olhar para a mota.

Jorge (Manuel Melo) acelera para fazer barulho e Corcovada (Maria do Céu Guerra) ri-se à gargalhada, toda excitada. Jorge arranca e Corcovada faz adeus. Ficam todos boquiabertos a vê-los partir.

Carlos (Rodrigo Paganelli) tenta acalmar Florinda (Ana Brito e Cunha), que está uma pilha de nervos por Corcovada ter saído de mota com Jorge. Florinda acha que aquilo foi ideia de Nelinha (Inês Herédia) ou de Jorge e promete ter uma conversinha com eles.

Vuitton (Beatriz Costa) está agarrada ao telemóvel e subitamente dá um gritinho de excitação. Vuitton levanta-se e bate palminhas com algo que viu no telemóvel. Voltam todos para dentro do café e comentam o que viram.

Nelinha (Inês Herédia) rodopia sobre si própria, orgulhosa do seu projeto. Ninguém sabe muito bem que maquineta é aquela, mas acham que não é muito segura para Corcovada (Maria do Céu Guerra) andar. Nelinha explica que é um sidecar, mas ficam todos na mesma.

Nelinha (Inês Herédia) volta a explicar que é um sidecar, mas ninguém percebe o que quer dizer. Continuam todos bastante curiosos e Nelinha revela que aquele é o seu novo negócio. Todos fazem perguntas, mas Manuela só quer que a aplaudam e reconheçam o seu empreendorismo.


Sobre «Festa é festa»

Todos querem fazer um brilharete neste festejo, com vista à herança da idosa, não se poupando a esforços (tal como fazem há mais de vinte anos, mas a idosa não há maneira de se finar...), nomeadamente Albino, o figurão da aldeia, que é, nada mais, nada menos, que o Presidente da Junta. Presidente esse que é também o Presidente da Comissão de Festas. E o Presidente da Casa do Povo. E do Clube de Hóquei em Patins. E coveiro. E tudo, basicamente. Um pavão, que se acha o Marcelo da Aldeia. 

Assim, a festa que, supostamente, seria um motivo de concórdia entre toda a população, vai ser tudo menos isso, começando pela sua organização. Isto porque Tomé (dono do café da aldeia e o “Correio da Manhã” de serviço no que toca a coscuvilhices), o grande rival de Albino desde sempre, vai disputar com ele a presidência da comissão de festas, visto o ano passado competir-lhe a ele, mas a festa não se ter realizado por causa da pandemia. Só que Albino jamais lhe dará essa missão num ano tão simbólico, que pode ser o último de Corcovada. Mas, também, porque cedo recebem na aldeia a notícia de que a TVI vai transmitir a festa em direto. E é aqui que toda a aldeia vai querer dar o seu melhor, defendendo cada um dos intervenientes os seus interesses, mesmo que isso colida de frente com os dos outros. 

Também com vista na herança da idosa, em Lisboa, o neto falido da mesma (um “tio” lisboeta, meio pedante) tem o plano de enviar a sua filha (bisneta da idosa) para a aldeia, no sentido de conquistar e construir uma relação com a idosa, mas com a desculpa da filha ir “curar-se” de um enorme desgosto amoroso que acabou de ter, visto o namorado tê-la trocado pela sua melhor amiga. 

E eis que, quando uma jovem lisboeta, altamente cosmopolita e tecnológica... e queque, cai contrariada naquilo que considera um fim-de-mundo, nomeadamente por não ter shoppings, lifestyle e 4G só de vez em quando... 

Tem tudo para correr mal, não fosse a meio do processo encantar-se por um jovem aldeão, que pouco ou nada conhece fora daquela aldeia. Ou seja, duas pessoas de dois mundos completamente diferentes e antagónicos. Este jovem é filho de Albino, mas a antítese do pai. É um rapaz simplório, acólito, trabalhador, mas com uma falta de jeito (e experiência) gritante com as mulheres. Todavia, irá desde cedo sentir o seu coração a palpitar por Ana Carolina. 

Contudo, a chegada de uma família de emigrantes “filhos da terra”, vai agitar, não só a aldeia, como também o coração destes dois jovens, já que dessa família fazem parte os jovens irmãos gémeos, falsos, Louis e Vuitton, um rapaz e uma rapariga que irão despertar paixões em Ana Carolina e Carlos, respetivamente, criando dois triângulos amorosos tão surpreendentes, como inesperados. 

Inesperados serão também os acontecimentos que se sucederão nesta aldeia, cujos habitantes teimam em fazer de cada dia uma “aventura” diferente, com peripécias e conflitos, que parecem não ter fim. 

De forma humorada, pretende-se com Festa é Festa fazer um retrato do Portugal real, das raízes e cultura do seu povo, ficcionando temas do dia-a-dia da vida das pessoas, num universo tão português, como é a aldeia e o seu evento maior: a festa. 

E é assim, que esta aldeia tão portuguesa verá retratada, de uma forma totalmente abrangente e transversal, todos os temas das sociedades atuais, personalizado em pessoas que “se não existissem, tinham de ser inventadas”. 
Foi o caso...  

Ficha Técnica

Título Original: Corcovada deixa Bela Vida em choque
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Populares