EP 140 Elisa aproveita momento a sós com Zé Pedro

Episódio 140

Sex, 13 mar 2020 23:00 TVI

Neste episódio

Procurador pergunta a Raquel (Teresa Tavares) por Carlos (Marco d'Almeida), e fica intrigado por ela lhe dizer que Carlos está com Ana (Vera Kolodzig) na sala de reuniões. Carlos e Ana tapam os papéis quando veem o Procurador, e Carlos disfarça que estava a explicar a Ana alguns trâmites burocráticos da PJ.

Gonçalo (LUís Ganito) e Matilde (Joana Aguiar) contam a Bruno (Pedro Lima) que deram uma entrevista a apelar que Constança (Joana Seixas) libertasse Elisa (Heidi Berger), e lamentam-se por ela se ter tornado uma assassina.

Constança ri-se em descrédito por Zé Pedro (Graciano Dias) lhe contar que Gonçalo e Matilde fizeram um apelo na televisão para que ela se entregasse e não fizesse mal a Elisa e vinca que os seus filhos não sabem enfrentar as dificuldades da vida, lançando um olhar mortífero a Elisa.

Rui (António Pedro Cerdeira) recebe uma carta de Constança, trocando um olhar aflito com Francisca (Ana Cristina Oliveira) por a irmã exigir dois milhões de euros em diamantes para libertar Elisa.

O Procurador disfarça ser amigo pessoal de Rui e Carlos diz-lhe implicitamente estar de olho nele.

Rui fala com Constança ao telemóvel e aponta as instruções dela para o pagamento do resgate.

Carlos, Raquel e Cosme escutam a chamada de Constança, que a desliga abruptamente para não ser localizada, e Carlos repreende Raquel por ainda não ter passado a fotografia de Zé Pedro aos meios de comunicação social.

Rui diz a Francisca terem de fingir que as instruções de Constança são verdadeiras para iludir a polícia, e Francisca fica furiosa, a desejar a morte de Constança.

Elisa aproveita estar sozinha com Zé Pedro para lhe pedir que a deixe fugir. Constança percebe que algo se passa e ordena a Zé Pedro que amordace e prenda Elisa.

Carlos tenta apurar junto de Bruno alguma pista que o possa levar até ao local onde Constança está escondida e Bruno limita-se a avisá-lo que Constança é imprevisível, e que não será através de raciocínios óbvios que conseguirá capturá-la. Bruno admite amar Elisa e pede a Carlos que a salve.

Raquel entra para jantar, quando vê os primos de Elisa, que lhe perguntam, de pronto, por novidades de Constança e Raquel limita-se a dizer-lhes não ter nada de novo para lhes dizer.

Ana ouve Cosme a contar-lhe que intercetou uma chamada de Francisca para Carlos a pedir-lhe para se encontrarem, e ela pede-lhe para apagar o registo.

Francisca conta a Carlos que Constança contactou Rui por carta para ludibriar a polícia, tendo exigido ao marido dois milhões de euros em diamantes, e fica surpreendida por ele lhe dizer já estar de novo na PJ. Francisca rejeita a chamada de Rui e continua a contar a Carlos que Constança irá enviar outra carta com as instruções para a entrega dos diamantes. Carlos exige a Francisca que lhe conte tudo o que sabe se quer a sua ajuda.


Sobre «Onde está Elisa?»

A vida da família Menezes muda radicalmente depois do desaparecimento de Elisa, a filha mais velha de Rui e Francisca Menezes. Com a tragédia, os segredos obscuros de cada membro da família, de cada amigo, de cada pessoa que rodeava Elisa, são desvendados. Começam as desconfianças, as paranóias, o desenterrar de histórias do passado, as rivalidades e a inevitável distribuição de culpas. No meio dos conflitos familiares, muitos suspeitos são revelados, entre eles os próprios pais, tios, primos, amigos, antigos e atuais empregados da família.


“Onde Está Elisa?” é um thriller, mas com um envolvimento familiar, com drama e romance, felicidade e tragédia, e o pertinente conflito de gerações, abordando a preocupação universal dos pais com os filhos e como os problemas de uns podem afetar os de outros.

Ficha Técnica

Título Original: Elisa aproveita momento a sós com Zé Pedro
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Populares