EP 134 Elisa encontra «mar de sangue» em casa de Bruno

Episódio 134 de «Onde Está Elisa?».

Neste episódio

Bruno (Pedro Lima) envia uma mensagem a Elisa (Heidi Berger) a avisá-la para ir primeiro à faculdade e só para ir ter consigo quando a avisar.

Elisa chega à faculdade e repara que Rui (Pedro Laginha) a seguiu e ameaça o pai, dizendo que se ele voltar a fazê-lo, que foge.

Rui (António Pedro Cerdeira) está muito preocupado e pede a Zé Pedro (Graciano Dias) que Bruno seja «despachado» nessa tarde.

Sebastião (Filipe Matos), Gonçalo (Luís Ganito) e Matilde (Joana Aguiar) vão falar com Raquel (Teresa Tavares), que os encaminha para a sala de reuniões. Os primos aconselham-se com Raquel e ela alerta-os para pensarem bem antes de apresentarem queixa ao juiz.

Carlos (Pedro Laginha) observa a carrinha de uma operadora de TV por cabo chegar e de lá sair um homem, em direção à casa dos Pires, ficando intrigado.

Bruno abre a porta ao homem que diz vir substituir a box e, num movimento rápido, retira um taser do saco e atinge Bruno, que cai inconsciente.

Elisa sai da faculdade e entra no carro, sem se aperceber de que está a ser seguida por Francisca (Ana Cristina Oliveira).

O homem simula o suicídio de Bruno, quando é surpreendido por Carlos e se envolvem numa luta. Bruno acorda, apanha a arma e aponta-a ao homem, perguntando-lhe quem o contratou. Bruno dispara e não acerta, e o homem consegue imobilizar Carlos com o taser. Bruno dispara vários tiros e acerta no braço do atacante, que consegue fugir, mas Bruno sai atrás dele.

Rui chega a casa, estranha Francisca não estar e começa a enviar-lhe mensagens.

Raquel, ao ver a chamada de Carlos, desliga-a e atira o telemóvel ao chão. Carlos tenta ligar para outro ex-colega quando Elisa entra e se surpreende ao ver sangue e Bruno a apontar-lhe uma arma.

Carlos pergunta o que Elisa está ali a fazer e ela aproxima-se de Bruno, mas este faz-lhe um sinal para se afastar. Carlos continua a tentar ligar para a PJ. Bruno pede a Carlos que não ligue enquanto Elisa não sair dali. Nesse momento, são surpreendidos pela chegada de Francisca.

Raquel segue disparada para o telefone depois de Ana (Vera Kolodzig) lhe dizer que Carlos acabou de lhe comunicar que houve um tiroteio em casa de Bruno.

Preocupado, Rui liga para Francisca e para Elisa, que não atendem. De imediato, recebe uma chamada de Zé Pedro a contar-lhe sobre o falhanço da tentativa de matarem Bruno.

Carlos avisa todos os presentes de que não podem sair dali até chegar a polícia. Raquel e Ana chegam com outros inspetores, logo seguidos por Rui.

Furioso, Bruno acusa Rui de ter orquestrado aquela tentativa de assassinato e Raquel aplaca a discussão, ordenando a todos que sigam para a PJ. Carlos olha, incomodado, para Raquel a dizer-lhe que não querer saber como foi ele ali parar.

O procurador discute com Carlos por ele ter ido a casa de Bruno investigar por conta própria, e trocam olhares de ódio.

Bruno olha, com ódio, para Rui e ele encara-o sem receio. Elisa afasta-se. Carlos e Francisca trocam um olhar intenso.

Elisa expressa a Anabela que todos os problemas que têm acontecido teriam sido facilmente evitados se todos aceitassem que ela e Bruno se amam, sublinhado que tem o direito de fazer as suas próprias escolhas sem interferência dos pais.

Bruno diz a Raquel que ninguém tem o direito de impedir que ele e Elisa fiquem juntos, não fazendo sentido que o tribunal tenha decretado que eles não se possam encontrar.

Rui olha, inconformado, para Ana a dizer-lhe que não é seguro que Bruno fique preso, por ter violado a ordem do tribunal de não se poder encontrar com Elisa. Bruno sai para ir para a cela, trocando olhares de ódio com Rui. Francisca e Rui seguem, com Raquel, para serem interrogados.

Anabela pede a Elisa que compreenda a posição dos pais, mas Elisa explica que este último episódio só reforça a ideia de que eles os querem afastar, acusando-os de serem os orquestradores da tentativa de assassinato de Bruno.


Sobre «Onde está Elisa?»

A vida da família Menezes muda radicalmente depois do desaparecimento de Elisa, a filha mais velha de Rui e Francisca Menezes. Com a tragédia, os segredos obscuros de cada membro da família, de cada amigo, de cada pessoa que rodeava Elisa, são desvendados. Começam as desconfianças, as paranóias, o desenterrar de histórias do passado, as rivalidades e a inevitável distribuição de culpas. No meio dos conflitos familiares, muitos suspeitos são revelados, entre eles os próprios pais, tios, primos, amigos, antigos e atuais empregados da família.


“Onde Está Elisa?” é um thriller, mas com um envolvimento familiar, com drama e romance, felicidade e tragédia, e o pertinente conflito de gerações, abordando a preocupação universal dos pais com os filhos e como os problemas de uns podem afetar os de outros.

Ficha Técnica

Título Original: Elisa encontra «mar de sangue» em casa de Bruno
Categoria: Novela nacional
Favoritos

Partilhar

Últimos Episódios

Populares